Notícias

Depósito da primeira patente em nanotecnologia de PVC.

Tecnologia amplia os limites atuais de desempenho do PVC e atenderá, inicialmente, o segmento de componentes para a construção civil como, por exemplo, tubos, conexões e perfis de desempenho superior.

A Braskem, primeira petroquímica brasileira a requisitar uma patente em nanotecnologia no Brasil, depositou, no início de maio (04/05/2007), a sua primeira patente de PVC relacionada a esta tecnologia, considerada uma das fronteiras mais promissoras na área da ciência dos polímeros e dos materiais. "Essa iniciativa reafirma o compromisso da Braskem com a inovação tecnológica como forma de criar valor para toda a cadeia do PVC", afirma Luís Felli, Vice Presidente da Unidade de Negócios Vinílicos da Braskem.

Os nanocompósitos são resinas aditivadas com nanopartículas - cerca de 50 mil vezes menores do que um fio de cabelo que proporcionam aos produtos propriedades físicas superiores, como rigidez, resistência a tração, impacto e abrasão, além de melhorar o desempenho do PVC ao fogo.

Segundo Marcelo Nunes, Diretor de Marketing e Estratégia da Braskem, o desenvolvimento de novas resinas especiais é resultado da prioridade adotada pela empresa de ampliar a participação de produtos com maior valor agregado em seu portfólio. "Investir em tecnologia e inovação é parte do nosso compromisso de aumentar a competitividade da empresa e de nossos clientes", explica Marcelo Nunes.

A nova patente consiste no desenvolvimento de um novo processo para a produção de nanocompósitos de PVC, por meio da reação de polimerização obtida diretamente nos reatores - ou "in situ", em linguagem técnica. Desenvolvido no Centro de Tecnologia e Inovação da Braskem, nas unidades de Camaçari (BA), São Paulo e Triunfo (RS), esse processo inovador atenderá inicialmente o segmento de componentes de elevado desempenho para a construção civil. É o caso, por exemplo, de tubos, conexões e perfis de desempenho superior.

Com essa iniciativa, a Braskem atinge a marca de 155 patentes registradas no Brasil e no exterior, consolidando sua liderança no desenvolvimento de novas tecnologias de processos, produtos e aplicações dentro do setor petroquímico brasileiro. "A nossa expectativa é lançar a primeira resina de nano PVC no país em 2008", informa Luciano Nunes, Gerente de Inovação e Desenvolvimento de Mercado e coordenador do projeto nano PVC da Braskem.

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:
CDN Comunicação 
Fernando Rubino (55 11) 3643-2991 - fernando.rubino@cdn.com.br
Jessyca Trovão - (55 11) 3643-2769 - jessyca.trovao@cdn.com.br
Pedro Orlandi - (55 11) 3643-2745 - pedro.orlandi@cdn.com.br  

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter