Alagoas

0800 006 3029 De segunda a sexta, das 9h às 18h (exceto feriados).
Ligações gratuitas, inclusive de celulares.

Paralisação Preventiva da Extração de Sal-Gema

Em maio de 2019, a Braskem anunciou a paralisação preventiva de toda a sua atividade de extração de sal. Com isso, foi interrompida também a produção na planta em Maceió, o que afetou parcialmente a operação da planta de PVC em Marechal Deodoro e as operações no Polo de Camaçari (BA).

Mesmo com a paralisação temporária da planta em Maceió, a Braskem se comprometeu a não fazer demissões, e envolveu a equipe da fábrica em serviços de manutenção e em programas de capacitação profissional. A empresa passou a estudar alternativas de fornecimento de matéria-prima, como a importação de sal de outros estados ou do exterior. O objetivo era manter as operações em Alagoas, responsável por 3% do PIB de Alagoas e são elo essencial da cadeia do plástico e da química, que envolve mais de 60 empresas e emprega mais de 12 mil pessoas – das quais, 524 funcionários diretos da própria Braskem e outros 2.400 terceirizados.

 

Para mais informações sobre a paralização preventiva da extração de sal-gema, acesse www.braskem.com.br/detalhe-noticias-de-alagoas/paralisacao-das-atividades-em-alagoas .
 

 

Encerramento definitivo da extração de sal em Maceió

Em novembro de 2019, a Braskem apresentou à Agência Nacional de Mineração (ANM) e demais autoridades medidas para o encerramento definitivo da extração de sal e fechamento de seus poços em Maceió. Esta ação fez parte das iniciativas que vem sendo propostas nos contínuos diálogos da empresa junto ao órgão regulador.

Entre as ações, foi criada também uma área de resguardo em torno de 15 poços com a realocação de pessoas e desocupação de cerca de 500 imóveis, além do monitoramento contínuo das áreas vizinhas. Nos demais poços, a recomendação foi de medidas complementares de monitoramento fossem adotadas, sem necessidade de realocação de moradores.

A Braskem disponibilizou os recursos necessários e todo o planejamento para a execução destas ações em conjunto com a Defesa Civil e demais autoridades. Todas as medidas e ações foram e são baseadas nos estudos que o Instituto de Geomecânica de Leipzig (IFG), da Alemanha, referência internacional em geomecânica de poços de sal, vem fazendo a partir dos dados dos sonares executados nos poços de extração de sal da Braskem.