Edição 1 - Dezembro

Ver mais notícias

Um ano após o Acordo para uma Nova Economia do Plástico no México

A transição da economia linear para um modelo circular tem sido discutida no mundo todo e no México não é diferente.

Em 2019, com foco em promover avanços nesta agenda, a indústria do plástico no país, entre elas a Braskem Idesa, em parceria com o Conselho Coordenador Empresarial (CCE) e a Associação Nacional da Indústria do Plástico (ANIPAC), firmaram o Acordo Nacional para uma Nova Economia do Plástico.

O objetivo foi estruturar uma solução abrangente para impulsionar a gestão de resíduos plásticos e a economia circular, resultando em ações concretas envolvendo um novo olhar para o plástico.

O QUE PROPÕE O ACORDO?
O objetivo é eliminar todo o plástico não for necessário, inovar para que todos os plásticos sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis, circular todo o plástico para mantê-los na economia e fora do meio-ambiente.


RESULTADOS
Um ano após o Acordo Nacional, os esforços da indústria voltados à economia circular do plástico no México mostram importantes avanços até o momento.



Conheça na íntegra o primeiro relatório do Acordo Nacional.