Alagoas

0800 006 3029 ou 0800 954 1234 De segunda a sexta, das 9h às 18h (exceto feriados).
Ligações gratuitas, inclusive de celulares.

Retomada da Planta

Unidade de cloro-soda é reativada com sal importado de fora de Maceió

A Braskem começou a produção de cloro, soda-cáustica e do composto químico dicloretano em sua unidade, no Pontal da Barra, que estava paralisada desde maio de 2019. A nova operação vai ser realizada com sal seco importado, já que a Braskem encerrou definitivamente a extração de sal na cidade e trabalha agora no fechamento dos poços. A empresa investiu R$ 60 milhões em adequações tecnológicas e de infraestrutura na planta industrial e na logística rodoviária e portuária para integrar o processo de transporte de sal – a matéria-prima chega pelo Porto de Maceió, onde é armazenada e em seguida, é transportada até a planta por meio de carretas, que circulam em horário comercial.

O retorno à operação, com adoção das melhores práticas em segurança das pessoas, saúde e respeito ao meio ambiente, vai permitir que a empresa continue contribuindo com o desenvolvimento social e econômico de Alagoas, o que inclui a preservação de mais de 2,5 mil postos de trabalho qualificados. A produção integrada de PVC e soda-cáustica entre as unidades de Maceió e Marechal Deodoro movimenta a cadeia produtiva da química e plástico no Estado, envolvendo cerca de 40 outras indústrias de setores estratégicos, como área hospitalar e construção civil.

Em razão da pandemia, as instalações industriais foram adaptadas e novas medidas foram adotadas. Entre elas, intensa higienização e sanitização dos ambientes; adaptação do sistema de ar-condicionado validada por infectologistas; implantação de protocolos de distanciamento social entre estações de trabalho e no transporte, além do fornecimento de kits com máscaras e álcool-gel para os funcionários.