Notícias

Braskem inicia operações em Boston e fortalece estratégia de Química Renovável

Atividades incluem pesquisa, desenvolvimento de negócios e busca de tecnologias para parcerias estratégicas.

A Braskem, maior produtora de resinas termoplásticas das Américas e maior produtora mundial de biopolímeros, anuncia a expansão de seus esforços de pesquisa, desenvolvimento e comercialização de químicos e materiais de origem renovável com a nova operação na cidade de Boston, nos Estados Unidos. A escolha do local visa aproveitar o avanço da região em biotecnologia e materiais avançados. As atividades incluem pesquisa e desenvolvimento de biotecnologia e ciência de materiais, desenvolvimento de negócios e mercado, e busca de tecnologias para parcerias estratégicas.

"A Química Renovável vai liderar a próxima onda de desenvolvimento em químicos e polímeros", afirma Gustavo Sergi, diretor de Químicos Renováveis da Braskem. "O anúncio de hoje reforça a posição de vanguarda da Braskem nesse movimento. Conforme olhamos para frente, desenvolvendo e liderando a próxima onda de polímeros e químicos renováveis, estamos levando aos nossos clientes opções novas e inovadoras", complementa o executivo.

"A operação em Boston vai complementar a capacidade de engenharia metabólica que temos no nosso Centro de Pesquisa em Química Renovável em Campinas, além das nossas competências em ciência de materiais em nossos centros de Pesquisa & Desenvolvimento em Triunfo (Brasil) e Pittsburgh (EUA). Além disso, a unidade coloca a Braskem em um ecossistema estratégico que nos permitirá aproveitar parcerias importantes para pesquisa e desenvolvimento de mercado", explica Mateus Schreiner Garcez Lopes, responsável por Inovação em Tecnologias Renováveis. 

Para liderar as iniciativas de pesquisa e desenvolvimento em Boston, a companhia nomeou Daniel P. MacEachran como o novo responsável por Engenharia Metabólica. Ele se junta à equipe da Braskem vindo da Greenlight Biosciences, Inc., uma empresa de biotecnologia de capital fechado com foco na produção sustentável de químicos, tendo recentemente atuado como diretor de Pesquisa e Desenvolvimento de Aplicações. Também atuou como cientista visitante e pesquisador de pós-doutorado no Departamento de Biologia do MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Sobre o Plástico Verde I'm green TM
O Polietileno Verde I'm greenT é feito a partir do eteno obtido da cana-de-açúcar. Seu grande diferencial é contribuir para a redução da emissão dos gases do efeito estufa na atmosfera, já que captura gás carbônico durante o seu processo produtivo. Ele também apresenta as mesmas características do polietileno tradicional, ou seja, não necessita de adaptações de maquinário e é 100% reciclável. A planta de Plástico Verde da Braskem possui capacidade de produção de 200 mil toneladas por ano. 

Sobre a Braskem
Com uma visão de futuro global, orientada para o ser humano, os 8 mil Integrantes da Braskem se empenham todos os dias para melhorar a vida das pessoas, criando as soluções sustentáveis da química e do plástico. É a maior produtora de resinas das Américas, com produção anual de 20 milhões de toneladas, incluindo produtos químicos e petroquímicos básicos, e faturamento de R$ 55 bilhões em 2016. Exporta para Clientes em aproximadamente 100 países e opera 41 unidades industriais, localizadas no Brasil, EUA, Alemanha e México, esta última em parceria com a mexicana Idesa.

Para esclarecimentos adicionais, favor contatar:
CDN Comunicação 
Fernando Rubino (55 11) 3643-2991 - fernando.rubino@cdn.com.br
Jessyca Trovão - (55 11) 3643-2769 - jessyca.trovao@cdn.com.br
Pedro Orlandi - (55 11) 3643-2745 - pedro.orlandi@cdn.com.br  

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter