bar
Contato
Todas as notícias
Press Releases • 1 de Dezembro de 2023

Braskem é premiada pelo Instituto REMADE e deve receber mais de US$ 1,7 milhões para desenvolvimento de projetos circulares nos EUA

Três iniciativas da petroquímica foram reconhecidas pela primeira instituição dos EUA dedicada a acelerar a transição do país para a economia circular

A Braskem foi contemplada três vezes pelo Prêmio Grant, reconhecimento do Instituto de Redução de Energia Incorporada e Diminuição de Emissões - REMADE (Reducing Embodied Energy and Decreasing Emissions), uma parceria público-privada estabelecida pelo Departamento de Energia dos Estados Unidos (DOE - U.S. Department of Energy). Três iniciativas criadas pela petroquímica e voltadas para reciclagem foram selecionadas e devem receber juntas mais de US$ 1,7 milhões em incentivos financeiros para desenvolvimento de projetos circulares. Elas serão executadas em parceria com a instituição, nos EUA.

Desenvolvidas com empresas parceiras, as propostas apresentadas pela Braskem têm o intuito de colaborar com a pesquisa aplicada e o desenvolvimento em estágio inicial de tecnologias-chave para a indústria, além de motivar os investimentos que promovam o desenvolvimento tecnológico e o sistema de produção americana.

Um dos projetos é destinado à pesquisa em tecnologia de reciclagem de polímeros, em que a companhia receberá uma bolsa de Pesquisa, Demonstração e Desenvolvimento no valor de US$ 504 mil. Apresentado pela Braskem, em parceria com Universidade de Massachusetts Lowell, Dow Chemical e Aquapak, ele é voltado para fabricação de filmes plásticos multicamadas sustentáveis e recicláveis. A iniciativa deve abrir novos caminhos para a circularidade de embalagens plásticas e remodelar o cenário econômico da indústria de embalagens nos EUA, facilitando a recuperação de 100% do material.

A outra iniciativa, em parceria com a Adidas, Allbirds e o Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) tem foco no desenvolvimento de um novo caminho para a reciclagem de EVA (etileno-acetato de vinila), visando destinar os resíduos gerados no processo de fabricação de artigos de EVA de volta ao ciclo produtivo, a fim de se tornar matéria-prima para novos produtos industriais. Esse projeto veio para remodelar o cenário econômico do segmento nos EUA, facilitando a recuperação de 100% do material. Para sua execução, ele deve receber o repasse de US$ 671 mil.

Já a terceira iniciativa deve receber US$ 600 mil e se trata de uma parceria entre a Braskem, a Universidade Tecnológica de Michigan e a Universidade de Wisconsin-Madison para a implementação de uma nova tecnologia de processo de reciclagem para extrair polipropileno (PP) puro de resíduos das embalagens multicamadas, atualmente, um tipo de aplicação mais complexo de ser reciclado. A parceria visa criar uma tecnologia à base de solvente que seja capaz de remover aditivos, tintas, pigmentos e adesivos das embalagens gerando um polipropileno mais limpo que poderá ser reutilizado posteriormente para o desenvolvimento de novos produtos. Trata-se de um objetivo de revolucionar a reutilização circular de plástico multicamadas e potencialmente criar um caminho para desviar resíduos plásticos difíceis de reciclar de aterros sanitários para novas e valiosas fontes de matéria-prima.

"A Braskem está honrada por ter sido selecionada entre tantos outros projetos inovadores, com profissionais talentosos, comprometidos em causar um impacto positivo em nosso planeta e em nossa indústria. Acreditamos firmemente que as iniciativas escolhidas têm um potencial incrível para avançar no nosso compromisso com uma economia mais circular, o que inclui iniciativas ligadas ao desenvolvimento de novas tecnologia avançadas de reciclagem", declara Amanda Zani, gerente de Plataforma Tecnológica da Braskem.

Os projetos da Braskem reconhecidos pelo REMADE estão alinhados com suas metas de desenvolvimento sustentável, entre elas, expandir o portfólio para incluir 1 milhão de toneladas de produtos com conteúdo reciclado até 2030, reduzir as emissões de gases de efeito estufa em 15% até 2030 e alcançar a neutralidade de carbono até 2050. 

As iniciativas apoiadas pela premiação devem somar também no cumprimento das metas e objetivos traçados pelo governo americano. O apoio a economia circular, por meio de projetos como esses, garante que a indústria americana permaneça globalmente competitiva e ao mesmo tempo, aproxima o país do cumprimento dos objetivos de energia limpa estabelecidos pela Administração Biden-Harris, incluindo a conquista de uma economia com emissões líquidas zero até 2050.

"Nos EUA e em todo o mundo, a produção mais limpa, a tecnologia limpa e a adoção de uma economia circular são reconhecidas como motores fundamentais para um futuro próspero. Nossos especialistas estão trabalhando diligentemente com a Braskem e seus parceiros para alcançar essas metas extremamente importantes e, no processo, acelerar a transição dos EUA para uma Economia Circular. Os resultados esperados dos projetos da Braskem aproximarão os EUA das metas de conservação de energia e redução de emissões do país", explica Nabil Nasr, CEO do REMADE.

Para esclarecimentos adicionais à imprensa, favor contatar:
CDN Comunicação 

braskem@cdn.com.br    

(11) 3643-2906

(11) 3643-2919

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter

Imprensa

Se você é um profissional da imprensa, a Braskem tem um canal feito só pra você.

Acesse aqui

Clientes

Seja cliente Braskem

Com uma estratégia pautada na economia circular de baixo carbono, desenvolvemos soluções inovadoras e mais sustentáveis, contribuindo para a criação de um futuro melhor para as pessoas e para o planeta.

Quer transformar o futuro com a gente?

Fale com nossa equipe