Notícias

Estudantes aplicam Design Sustentável em embalagens plásticas

Na 7ª edição do Desafio de Design Braskem universitários participaram de hackathon para desenvolvimento de embalagem mais sustentável para papel higiênico

 

Com décadas de existência e uma grande contribuição no desenvolvimento social da população mundial, o plástico é importante desde a área da saúde até a alimentícia, passando por transportes e construção civil. Porém, é necessário repensar a utilização da resina em toda a cadeia, garantindo o equilíbrio do uso de recursos naturais, geração de resíduos e desaceleração das mudanças climáticas. Com este intuito, a Braskem realizou no mês de novembro a 7ª Edição do Desafio de Design , em inédito formato de Hackhaton, onde universitários desenvolveram embalagens plásticas pensando em Design para o Meio Ambiente, ou Design For Environment, no termo original em inglês.

Entendendo a importância de um novo conceito de embalagens plásticas, principalmente as que chegam aos consumidores e podem ser mais difíceis de reciclar, nos dois hackathons realizados neste mês os estudantes de design das universidades Belas Artes, Instituto Mauá, Mackenzie e São Judas repensaram o formato das embalagens atuais de produtos de higiene pessoal.

No último desafio, que começou no sábado, dia 23, e terminou na segunda-feira, dia 25, os alunos da Universidade São Judas foram eleitos pela banca de especialistas, formada por Karen Cesar, CEO e fundadora da Red Bandana ; Gisela Schulzinger, Chief Branding Officer e Head de inovação da Pande , presidente da ABRE e professora da ESPM; Fabiana Quiroga, diretora de Economia Circular da Braskem na América do Sul, e  Patricia Menezes, diretora de marketing da Kimberly-Clark para Family Care no Brasil, com o melhor conceito de Design for Environment desenvolvido para o papel higiênico ao apresentarem protótipo.

Bruno Chiovatto, estudante do oitavo semestre do curso de Design do grupo campeão conta que foi uma experiência inovadora. "Aprendemos bastante na faculdade sobre sustentabilidade, ecoefiência e economia circular e poder colocar na prática deste modo foi fantástico", conclui.

Neste hackathon, os alunos tiveram mais de 30 horas para entendimento das necessidades das empresas parceiras, pesquisas sobre comportamento dos consumidores e tendências de mercado, desenvolvimento do projeto e prototipação. Para as fases de prototipagem, os estudantes contaram com impressoras e matérias-primas fornecidas pela empresa 3D Criar, também parceira da Braskem este ano.

Durante o Desafio de Design, os participantes também tiveram o apoio da Braskem e da EnCiclo , empresa especializada em Avaliação de Ciclo de Vida (ACV) , para basear seus projetos nesta metodologia, que mensura possíveis impactos ambientais causados pela fabricação e utilização de determinado produto ou serviço. As ACV's consideram todas as etapas do processo de produção, desde a extração da matéria-prima ao descarte do produto pelo consumidor, e ainda fatores como aquecimento global, uso de recursos naturais, com dados quantificados de acordo com a norma ISO 14044.

Yuri Tomina, gerente de Marketing e Desenvolvimento de Mercado de Embalagens e Bens de Consumo da Braskem, explica que o Design for Environment é uma tendência que está mudando a forma como a sociedade lida com processos de produção e consumo lineares, dando espaço para a expansão da economia circular. "Estamos desenvolvendo alunos para pensarem nesse tipo de abordagem para que, desta forma, possam replicar isso nas suas carreiras, projetando embalagens ou produtos para a Economia Circular . O Hackahton proporciona essa conexão e rápida resposta para propor soluções inovadoras", afirma Tomina.

"Buscar soluções de inovação agregando sustentabilidade e desenvolver talentos são focos da nossa empresa", explica Patricia Menezes, diretora de marketing da Kimberly-Clark para Family Care no Brasil. "Os estudantes trouxeram soluções conectadas com o meio ambiente, alinhadas com o que o consumidor busca", complementa.

O Desafio de Design foi criado pela Braskem em 2013 a partir da Plataforma Global de Design da companhia, uma estratégia para dirigir, inspirar e alinhar projetos da empresa com iniciativas que possam apresentar o design como ferramenta para ações que tenham como foco a sustentabilidade na cadeia do plástico. Desde então, o programa capacitou mais de 130 estudantes em parcerias com grandes empresas como Esmaltec , Tramontina e Freso, entre outras, e tem apresentado o plástico aos futuros profissionais de design, arquitetura e engenharias como um material versátil, adaptável e sustentável.

 

Sobre a Kimberly-Clark Brasil
A Kimberly-Clark -multinacional norte-americana de produtos de higiene pessoal - e suas marcas são parte indispensável da vida das pessoas em mais de 175 países. Impulsionados pela inovação, criatividade e compreensão das necessidades mais essenciais da população, criamos produtos que contribuem para tornar a vida melhor. Presente no mundo desde 1872 e no Brasil há 23 anos, nosso portfólio de marcas inclui: Huggies®, Kleenex®, Scott®, Intimus®, Neve®, Plenitud® e WypAll® e nossos produtos estão em primeiro ou segundo lugar nas categorias em que concorrem, em 80 países. A Kimberly-Clark conta com práticas sustentáveis que apoiam um planeta saudável, constroem comunidades mais fortes e garantem que a empresa prospere nas próximas décadas. Para acompanhar as últimas notícias e saber mais sobre os 147anos de sua história de inovação, acesse o site kimberly-clark.com.br e siga os perfis no Facebook e LinkedIn. 

Para esclarecimentos adicionais à imprensa, favor contatar::
CDN Comunicação 
Fernando Rubino (55 11) 3643-2991 - fernando.rubino@cdn.com.br
Jessyca Trovão - (55 11) 3643-2769 - jessyca.trovao@cdn.com.br
Fábio Souza - (55 11) 3643-2813 - fabio.souza@cdn.com.br  

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter