Noticias Braskem

A Central de Indicadores Braskem conta com todos os indicadores dos temas materiais reportados de acordo com as diretrizes da GRI (Global Reporting Initiative) e SASB (Sustainability Accounting Standards Board).
Navegue e conheça nossos resultados nas dimensões ambiental, social, econômica e de governança.

GRI 406-1 Casos de discriminação e medidas corretivas tomadas

No ano ano de 2020, recebemos 5 relatos de “discriminação”, dos quais 4 foram encerrados e 1 continua em análise.

GRI 412-1 Operações submetidas a análises ou avaliações de impacto em direitos humanos

100% das nossas operações foram submetidas ao primeiro estudo de avaliação de impacto aos direitos humanos, realizado em 2017, que consideramos válidas uma vez que os riscos prioritários foram incorporados à matriz de riscos. A partir desse diagnóstico, elaboramos um plano de ação para gestão de riscos em direitos humanos a curto, médio e longo prazo. Em 2020, cumprimos 78% das ações estabelecidas.

GRI 412-2 Empregados treinados em políticas e práticas de Direitos Humanos

Em dezembro de 2019, foi lançado o EAD sobre a Política Global de Desenvolvimento Sustentável, que reforça e publica o nosso compromisso público com o respeito aos direitos humanos. Portanto, o tema foi abordado no treinamento, que foi considerado no número de integrantes treinados em 2020 (43). Além disso, nas rodadas de workshops sobre o Macro Objetivo 2030 de número 6 (Responsabilidade Social e Direitos Humanos), realizamos uma capacitação mais detalhada sobre o tema com os participantes (84).

Em 10 de dezembro de 2020, por ocasião do Dia Internacional dos Direitos Humanos, lançamos um treinamento mais completo e específico sobre o tema de Direitos Humanos, em português e inglês, como um módulo da Trilha de Conhecimento de Desenvolvimento Sustentável. Considerando a data de lançamento, ainda não temos resultados para o ano de 2020, mas temos como objetivo disseminar esse material e conteúdo para uma ampla capacitação de nossos Integrantes e terceiros no tema.

GRI 412-3 Acordos e contratos de investimentos significativos que incluem cláusulas de direitos humanos ou que foram submetidos à avaliação referente a direitos humanos

Todos os contratos possuem cláusula anti-corrupção e adesão ao código de conduta para terceiros, que possui cláusulas de direitos humanos. Em 2020, não houve acordos ou contratos de investimentos que levaram a organização a uma participação acionária majoritária em outra entidade.

GRI 202-2 Proporção de membros da alta administração contratados na comunidade local

Membros da diretoria contratados na comunidade local¹²³
Brasil 2018 2019 2020
Total de membros da diretoria   275 278
Membros da diretoria contratados na comunidade local   156 151
Percentual da diretoria contratados na comunidade local 58% 57% 54%
Alemanha 2018 2019 2020
Total de membros da diretoria   11 8
Membros da diretoria contratados na comunidade local   7 2
Percentual da diretoria contratados na comunidade local 75% 64% 25%
México 2018 2019 2020
Total de membros da diretoria   38 39
Membros da diretoria contratados na comunidade local   10 11
Percentual da diretoria contratados na comunidade local 28% 26% 28%
Escritórios Internacionais⁴ 2018 2019 2020
Total de membros da diretoria   22 25
Membros da diretoria contratados na comunidade local   2 2
Percentual da diretoria contratados na comunidade local 11% 9% 8%

¹ São considerados membros da alta gerência Integrantes que possuem liderados (gerentes, diretores, vice-presidentes e líder do negócio).
² Comunidade local é considerado os nascidos no mesmo estado onde trabalham.
³ O indicador não é monitorado nos EUA devido a aspectos legais.
⁴ Considera os países Holanda, Chile, Argentina, Peru, Colômbia, Índia e Singapura.

GRI 405-1 Diversidade nos órgãos de governança e entre os empregados

Percentual de indivíduos dentro dos órgãos de governança da organização, por gênero Conselho de Administração
2020 Homens 85,71%
Mulheres 14,29%
Percentual de indivíduos dentro dos órgãos de governança da organização, por faixa etária Conselho de Administração
2020 < 30 anos 0,00%
De 30 a 50 anos 35,71%
> 50 anos 64,29%
Percentual de integrantes, por categoria funcional e gênero 2019 2020
Homens Mulheres Homens Mulheres
Operacional/técnico 88,49% 11,51% 88,45% 11,55%
Administrativo 47,57% 52,43% 46,11% 53,89%
Lideranças 70,14% 29,86% 70,30% 29,70%
Total 77,09% 22,91% 76,28% 23,72%
Percentual de integrantes, por categoria funcional e faixa etária 2019 2020
< 30 anos 30 a 50 anos > 50 anos < 30 anos 30 a 50 anos > 50 anos
Operacional/técnico 19,49% 59,02% 21,49% 16,83% 60,52% 22,65%
Administrativo 28,31% 58,05% 13,64% 27,23% 60,35% 12,42%
Lideranças 3,32% 75,59% 21,09% 2,92% 76,49% 20,58%
Total 19,81% 60,55% 19,63% 17,78 62,25% 19,97%
Percentual de integrantes negros, por categoria funcional e gênero 2019 2020
Homens Mulheres Homens Mulheres
Operacional/técnico 89,37% 10,63% 89,11% 10,89%
Administrativo 47,62% 52,38% 46,18% 53,82%
Lideranças 76,62% 23,38% 75,00% 25,00%
Total 82,59% 17,41% 81,46% 18,54%
Diversidade
  2018 2019 2020 2019/2020
Homens 77% 77% 76% -0.5 p.p.
Mulheres 23% 23% 24% 0.8 p.p.
Mulheres na liderança 27% 30% 30% -0.1 p.p.
Negros 29% 30% 30% -0.1 p.p.
Negros na liderança 13% 13% 13% -0.3 p.p.
Cargos % Mulheres na Liderança - Global
Coordenadores 34%
Gerentes 25%
Diretores 26%
Vice-presidentes 22%
Líder de Negócio (CEO) 0%
Total 30%

GRI 102-41 Acordos de negociação coletiva

Total 80,5%, sendo: Brasil 99,1%, EUA 7,9% e México 40,6%. Na Alemanha o país não possui essa opção para as categorias de químico e petroquímico. No Brasil, todas as negociações coletivas de trabalho são conduzidas pela nossa equipe de Relações Trabalhistas ou por meio dos sindicatos patronais, sempre com o apoio e participação da equipe interna da empresa.

GRI 102-8 Informações sobre empregados e trabalhadores

Integrantes por país
  2018 2019 2020
Brasil 6.173 6.050 6.088
México 812 830 831
Estados Unidos 754 759 764
Alemanha¹ 188 202 151
Escritórios internacionais Holanda 81 65 123
Demais países 34 36
Total 8.008 7.940 7.993

¹ Diminuição de integrantes em 2020 reflete a decisão de se fechar o escritório de Frankfurt em abril de 2020.

 
Terceiros¹
  2018 2019 2020
Terceiros 14.759 16.231 14.689

¹ Informações apenas das nossas unidades industriais e escritórios administrados do Brasil.

 
Gasto com pessoal (em US$ milhões)
  2018 2019 2020
Remuneração direta 339 333 XX
Benefícios 72 74 XX
FGTS 17 21 XX
Total 428 429 XXXX
Tipo de contrato de trabalho e gênero
2019
País Homens Mulheres Tempo Indeterminado Homens Mulheres Tempo determinado Total
Brasil 4.674 1.358 6.032 7 11 18 6.050
Estados Unidos 613 146 759 0 0 759 759
Alemanha 120 76 196 6 0 6 202
México 637 193 830 0 0 0 830
Escritórios internacionais
Holanda 43 18 61 1 3 4 65
Demais países 20 14 34 0 0 0 34
Total 6.107 1.805 7.912 14 14 28 7.940
2020
País Homens Mulheres Tempo Indeterminado Homens Mulheres Tempo determinado Total
Brasil 4.645 1.433 6.078 3 7 10 6.088
Estados Unidos 615 149 764 0 0 0 764
Alemanha 103 44 147 4 0 4 151
México 639 192 831 0 0 0 831
Escritórios internacionais
Holanda 54 29 83 14 26 40 123
Demais países 20 16 36 0 0 0 36
Total 6.076 1.863 7.939 21 33 54 7.993
Integrantes por tipo de contrato de trabalho e região
2020 Tempo indeterminado Tempo determinado Total
São Paulo 2.022 5 2.027
Rio de Janeiro 384 0 384
Bahia 1.589 4 1.593
Alagoas 554 0 554
Rio Grande do Sul 1.527 1 1.528
Outros 2 0 2
Total 6.078 10 6.088
Número de integrantes por tipo de emprego e gênero
2019
País Homens Mulheres Tempo Indeterminado Homens Mulheres Tempo determinado Total
Brasil 4.676 1.365 6.041 5 4 9 6.050
Estados Unidos 613 144 757 0 2 2 759
Alemanha 121 70 191 5 6 11 202
México 637 193 830 0 0 0 830
Escritórios internacionais
Holanda 44 21 65 0 0 0 65
Demais países 20 14 34 0 0 0 34
Total 6.111 1.807 7.918 10 12 22 7.940
2020
País Homens Mulheres Tempo Indeterminado Homens Mulheres Tempo determinado Total
Brasil 4.646 1.438 6.084 2 2 4 6.088
Estados Unidos 615 147 762 0 2 2 764
Alemanha 102 41 143 5 3 8 151
México 639 192 831 0 0 0 831
Escritórios internacionais
Holanda 68 55 123 0 0 0 123
Demais países 20 16 36 0 0 0 36
Total 6.090 1.889 7.979 7 7 14 7.993
Número de integrantes por tipo de emprego e gênero
Integrantes por faixa etária 2019 2020
< 30 anos 1.573 1.421
De 30 a 50 anos 4.808 4.976
> 50 anos 1.559 1.596
Total 7.940 7.993
Integrantes por categoria funcional 2019 2020
Operacional/técnico 5.263 5.187
Administrativo 1.833 1.916
Lideranças 844 890
Total 7.940 7.993
Diversidade
  2018 2019 2020
Homens 77% 77% 76%
Mulheres 23% 23% 24%
Mulheres na liderança 27% 30% 30%
Negros 29% 30% 30%
Negros na liderança 13% 13% 13%

GRI 202-1 Proporção do menor salário pago, por gênero, comparado ao salário mínimo local

Proporção do salário mais baixo comparado ao salário mínimo local
Por região 2018 2019 2020
Alagoas 1,5 1,6 1,5
Bahia 1,6 1,6 1,6
Rio de Janeiro 2,1 2,2 2,1
Rio Grande do Sul 1,8 1,8 1,8
São Paulo 1,7 1,7 1,7
Estados Unidos 3,5 3,5 3,7
Alemanha 2,1 2,0 1,6
México 3,3 3,4 2,6

GRI 401-1 Taxas de Desligamento

Taxas de Desligamento
% 2017 2018 2019 2020
Taxa de Desligamento (Total) 5,6% 5,1% 8,5% 5,6%
Taxa de Desligamento Voluntário 1,66% 1,99% 2,5% 2,5%

GRI 405-2 Razão matemática do salário e remuneração entre mulheres e homens

Razão matemática entre o salário-base para mulheres e aqueles recebidos pelos homens em cada categoria funcional – Unidade operacional
País Categoria funcional Gênero 2018 2019 2020
Brasil Operacional/técnico mulheres 1,65 1,65 1,66
homens 1,71 1,71 1,71
Administrativo mulheres 1,17 1,16 1,07
homens 1,17 1,15 1,08
Lideranças mulheres 1,23 1,24 1,19
homens 1,17 1,15 1,08
Estados Unidos Operacional/técnico mulheres 1,09 1,13 1,16
homens 1,28 1,27 1,28
Administrativo mulheres 1,01 1,01 1,11
homens 1,05 1,05 1,11
Lideranças mulheres 1,00 1,00 1,28
homens 1,00 1,00 1,33
México Operacional/técnico mulheres 1,56 1,58 1,57
homens 1,56 1,61 1,64
Administrativo mulheres 1,54 1,54 1,53
homens 1,57 1,56 1,53
Lideranças mulheres 1,67 1,56 1,48
homens 1,91 1,86 1,79
Alemanha Operacional/técnico mulheres 1,33 1,32 1,31
homens 1,32 1,31 1,30
Administrativo mulheres 1,00 1,00 1,00
homens 1,00 1,00 1,00
Lideranças mulheres 1,00 1,00 1,00
homens 1,00 1,00 1,00

GRI 204-1 Proporção de gastos com fornecedores locais

Orçamento de compras gasto com fornecedores locais¹
Brasil 2018 2019 2020²
Orçamento para fornecedores (R$) 5.481.198.052,36 7.047.199.647,17 6.839.811.189,38
Valor gasto com fornecedores locais (R$) 4.559.409.104,53 5.177.229.005,68 5.389.586.076,10
% do orçamento gasto com fornecedores locais 83,18% 73,47% 78,80%
Estados Unidos 2018 2019 2020²
Orçamento para fornecedores (R$) 1.602.871.645,87 1.933.828.619,89 2.350.838.979,96
Valor gasto com fornecedores locais (R$) 1.410.940.107,76 1.796.051.223,01 2.304.318.224,42
% do orçamento gasto com fornecedores locais 88,03% 92,88% 98,02%
Alemanha 2018 2019 2020²
Orçamento para fornecedores (R$) 591.696.090,97 488.257.835,33 386.066.718,13
Valor gasto com fornecedores locais (R$) 317.638.223,15 277.948.572,72 269.503.363,20
% do orçamento gasto com fornecedores locais 53,68% 56,93% 69,81%
México 2018 2019 2020²
Orçamento para fornecedores (R$) 548.488.633,90 631.977.130,80 727.352.594,15
Valor gasto com fornecedores locais (R$) 383.293.865,30 395.082.793,11 543.592.360,65
% do orçamento gasto com fornecedores locais 69,88% 62,52% 74,74%

¹ Consideramos “locais” os fornecedores estabelecidos no mesmo país da utilização e os lugares de operações significativas são os países que possuem unidades industriais.
² 2020 apresenta um maior número de compra locais em função de a pandemia ter restringido a comercialização entre os países.

GRI 414-1 Novos fornecedores selecionados com base em critérios sociais

Menos de 1% dos novos fornecedores foram selecionados com base neste critério.

SASB RT-CH-320a.1 (1) Taxa total de incidentes registráveis (TRIR) e; (2) taxa de fatalidade para: (a) funcionários diretos e (b) funcionários terceirizados

Resultados 2021 (1MM/HH)
Taxa total de incidentes registráveis 0,5
Taxa de fatalidade para funcionários diretos 0
Taxa de fatalidade para funcionários terceirizados 0,04

SASB RT-CH-320a.2 Descrição dos esforços para avaliar, monitorar e reduzir a exposição de funcionários e trabalhadores contratados a riscos de saúde de longo prazo (crônicos)

O sistema de gestão Intelius contém ferramantas que permitem a identificação e prevenção de impactos à segurança e saúde do trabalhador. Os colaboradores da Braskem e contratados são treinados no uso destas ferramentas, que se aplicam a todas atividades da empresa. O Intelius prevê auditorias corporativas destas ferramentas, além de auditorias internas que ocorrem nas diversas plantas.

Os clientes e usuários posteriores podem encontrar informações para substâncias que contenham OEL (Limite de Exposição Ocupacional) na Folha de Dados de Segurança BRASKEM. Eles também obtêm as medidas de controle de engenharia e equipamentos de proteção individual necessárias nas Fichas de Dados de Segurança da Braskem.

SASB RT-CH-540a.1 (1) Contagem de Incidentes de Segurança do Processo, (2) Taxa Total de Incidentes de Segurança do Processo e (3) Taxa de Gravidade do Incidente de Segurança do Processo

(1) Número de Incidentes de Segurança do Processo;

  • Tier 1 = 3
  • Tier 2 = 16
  • Tier 3 = 4191

(2) Taxa Total de Incidentes de Segurança do Processo;

  • Taxa Tier 1 = 0,07
  • Taxa Tier 2 = 0,39

(3) Taxa de Gravidade do Incidente de Segurança do Processo;

  • Taxa de gravidade Tier 1 = 0,27

GRI 416-1 Produtos e serviços para os quais são avaliados impactos na saúde e segurança

100% dos produtos e serviços tem seus impactos avaliados em saúde e segurança

GRI 417-1 Exigências para informações e rotulagem de produtos e serviços

Informações de rotulagem seguem as informações do SDS (formato GHS) e são tratadas por cada site. O procedimento interno utilizado é o ANX 6020-00840 - Informações sobre riscos químicos. Todas as categorias de produtos significativos são avaliadas e auditadas pela Braskem.

GRI 403-1 Sistema de gestão de saúde e segurança no trabalho

O Sistema de Gestão de SSMA, Qualidade e Produtividade da Braskem, o Intelius, foi criado e implementado logo no início das operações da empres, e passou por diversas revisões ao longo dos anos. O Intelius foi criado usando-se o conceito do PDCA das normas internacionais ISO 45.000 (Segurança e Saúde), ISO 14000 (Gestão Ambiental) e ISO 9000 (Gestão da Qualidade). A equipe do SSMA Corporativo, área responsável pelo pilar de SSMA do Intelius, é composta por integrantes da Braskem e é responsavel pela gestão deste sistema. As disciplinas de Segurança do Trabalho e Saúde Ocupacional acompanham mensalmente o desempenho global através de KPI padronizados. Já os países, por sua vez, fazem seu proprio acompanhamento local. Anualmente são estabelecidas metas globais seguindo-se o princípio da melhoria contínua. O Intelius é um sistema de gestão global. Seus requisitos aplicam-se tanto para integrantes da propria Braskem como para prestadores de serviços.

GRI 403-2 Identificação de periculosidade, avaliação de riscos e investigação de incidentes

As atividades que são realizadas na Braskem podem ser classificadas como rotineiras ou não-rotineiras.

As atividades rotineiras em geral estão catalogadas e tem o seu passo-a-passo definidos e os riscos à segurança e saúde de cada etapa identificados e avaliados. As atividades não-rotineiras não têm estes riscos pré-identificados, o que é realizado antes de sua execução pela equipe de executantes no local onde a atividade será executada.

Em ambos os casos, a equipe que realiza a identificação dos perigos procura, sempre que possível, aplicar os conceitos da hierarquia de controles, identificando os perigos, substituindo-os ou reduzindo-os sempre que possível. As análises de risco e o uso de procedimentos e checklists são medidas administrativas e definem, entre outros, o uso de EPI, constituindo-se este último a ferramenta de proteção do trabalhador. É neste momento que também se avaliam a implementação de outras medidas, com a inclusão de novos controles de engenharia e novas medidas administrativas.

As atividades que são previamente classificadas como de alto risco em procedimento, sejam elas rotineiras ou não, como por exemplo atividade em espaços confinados e trabalho em instalações elétricas energizadas, requerem etapas adicionais de análise de riscos.

A qualidade das ferramentas listadas acima é garantida através de auditorias internas realizadas pelas próprias plantas ou auditorias realizadas por áreas Corporativas, além de que todos os trabalhadores devem ser obrigatoriamente ser qualificados antes da realização de qualquer tarefa. Além das auditorias, há rotinas de inspeções regulares em campo que tem a finalidade de avaliar as avaliações de riscos, entre outros objetivos.

O processo de avaliação de perigos e riscos das atividades a serem realizadas é o momento no qual se deve avaliar o local de trabalho e suas condições. O trabalho só pode iniciar quanto a atividade for segura, ou seja, quando os riscos previamente identificados têm medidas de controle para atenuá-los. Entretanto, durante a execução do trabalho, que é dinâmico, os trabalhadores devem sempre se estão posicionados de maneira segura, ou se há o risco da queda de algum material sobre ele, entre tantos outros riscos. Além disso, podem exercer o direito de recusa caso considerem que as medidas de segurança não sejam suficientes para neutralizar os riscos.

Os resultados de auditorias e inspeções em campo, além de informações provenientes de relatórios de acidentes do trabalho, são constantemente utilizados para a revisão de procedimentos e eventualmente a criação de indicadores de desempenho que permitam uma melhor gestão do sistema de gestão de SSMA da Braskem.

A Braskem dispõe de um procedimento que define o processo de comunicação e investigação de incidentes, que definirá, entre outros, sua classificação, a metodologia utilizada em sua investigação, a definição de ações corretivas e preventivas. De maneira geral, as investigações de incidentes fornecem inputs relevantes para a melhoria do sistema de gestão, como por exemplo a revisão de um procedimento ou diretriz, a necessidade de um novo treinamento, a definição de uma nova forma de controlar o risco, optando-se preferencialmente pela eliminação do risco ou sua substituição ou redução segundo a hierarquia de controles.

GRI 403-3 Serviços de saúde do trabalho

Na Braskem, as disciplinas de Higiene do Trabalho e Saúde do Trabalho fazem parte de uma mesma área com a mesma coordenação. O objetivo é a integração, uma vez que os riscos mapeados e controlados por uma área são monitorados pela outra, por meio do perfil de saúde do trabalhador. Em relação às instalações, quase 100% das unidades da Braskem possuem atendimento médico no local de trabalho, facilitando o acesso e a vigilância à saúde dos trabalhadores. A exceção são os escritórios remotos, onde temos entre um e dez funcionários.

A estrutura de serviços de saúde da Braskem é formada por médicos do trabalho e enfermeiros do trabalho certificados e com experiência na área. Além disso, conta com técnicos de enfermagem e auxiliares administrativos, para apoio. Dependendo do número de funcionários, esses serviços são realizados por associados ou terceiros e podem ser compostos por todas essas funções ou não.

É importante ressaltar que a Braskem busca sempre ser mais restritiva do que a lei, tendo em seu quadro de funcionários, normalmente, uma quantidade e tipo de profissionais em quantidade superior ao definido em exigência legal. Ainda para apoiar este processo, uma equipa de Higiene do Trabalho trabalha em parceria com a área de Saúde para a gestão de riscos. Essa equipe pode ser composta por higienistas ocupacionais, técnicos de higiene e ergonomistas.

Os serviços de saúde são dotados de equipamentos certificados e contam com médicos e enfermeiras legalmente habilitados, além de técnicos de enfermagem. As avaliações de saúde ocupacional são feitas principalmente nos serviços médicos, no local de trabalho. O escopo do sistema de gestão HES inclui auditoria nas instalações médicas, processos e gestão de informações.

GRI 403-4 Participação dos Trabalhadores, consulta e comunicação

Nossa política e princípios de Saúde, Segurança e Qualidade) definem os compromissos e expectativas de SSMA (Saúde, Segurança e Meio Ambiente) alinhados à cultura Braskem. Um princípio cultural básico que apoia o Pilar de SSMA é a Cultura de Envolvimento. Este princípio define que “Líderes e membros da equipe estão engajados em um diálogo honesto e aberto de SSMA sem repercussão. Os membros da equipe trabalham ativamente como uma equipe para melhorar nosso desempenho de SSMA (por exemplo, participação na análise de riscos do processo, investigações de incidentes, auditorias, etc.). Além disso, temos mecanismos estabelecidos para garantir a devida responsabilização pelo cumprimento das expectativas de desempenho e também para reconhecer cases de sucesso e contribuições para o nosso desempenho de SSMA.

GRI 403-5 Treinamento dos trabalhadores em saúde e segurança ocupacional

Número de integrantes treinados: 6.894

HH treinada: 90.436

GRI 403-6 Promoção da saúde do trabalhador

Para apoiar a promoção da saúde não ocupacional dos nossos integrantes, oferecemos planos de saúde, que cobrem serviços de saúde gerais e odontológico. Para as contratadas, a Braskem exige, por meio de contrato de prestação de serviços, a existência de seguro saúde. Além do seguro saúde, a Braskem promove outras ações de apoio à saúde, tais como: campanhas de vacinação; campanhas educacionais; realização de exames de qualidade de vida e risco cardíaco, além de acompanhamento médico ocupacional; triagem para detecção precoce de câncer de mama e próstata; monitoramento nutricional; ginásio em companhia; apoio financeiro na realização de atividades físicas; apoio ao combate ao tabagismo e outros. Nem todas essas ações ocorrem em todos os sites. Depende do número de funcionários, localização, requisitos legais e perfil de saúde do trabalhador. Esses programas se aplicam apenas a funcionários.

GRI 403-7 Prevenção e mitigação de impactos de saúde e segurança do trabalho diretamente vinculados com relações de negócios

O sistema de gestão Intelius contém ferramentas que permitem a identificação e prevenção de impactos à segurança e saúde do trabalhador. Os colaboradores da Braskem e contratados são treinados no uso destas ferramentas, que se aplicam a todas atividades da empresa. O Intelius prevê auditorias corporativas destas ferramentas, além de auditorias internas que ocorrem nas diversas plantas.

Os clientes e usuários posteriores podem encontrar informações para substâncias que contenham OEL (Limite de Exposição Ocupacional) na Folha de Dados de Segurança BRASKEM. Eles também obtêm as medidas de controle de engenharia e equipamentos de proteção individual necessárias nas Fichas de Dados de Segurança da Braskem.

GRI 403-8 Trabalhadores cobertos por um sistema de gestão de saúde e segurança ocupacional

100% dos integrantes são cobertos pelo sistema de gestão de saúde ocupacional e segurança.

GRI 403-9 Lesões relacionadas ao trabalho

Acidentes de trabalho¹
  2018 2019 2020
Integrantes Trabalhadores não integrantes Integrantes Trabalhadores não integrantes Integrantes Trabalhadores não integrantes
Número de horas trabalhadas 17.092.597 26.017.000 17.117.253 30.986.736 16.136.552 4.988.785
Número de óbitos resultantes de acidente de trabalho 0 0 0 0 0 1
Índice de óbitos resultantes de acidente de trabalho 0 0 0 0 0 0, 04
Número de acidentes de trabalho com consequência grave (exceto óbitos) 11 12 5 14 4 2
Índice de acidentes de trabalho com consequência grave (exceto óbitos) 0,64 0,46 0,29 0,45 0,25 0,08
Número de acidentes de trabalho de comunicação obrigatória (inclui óbitos) 18 28 12 51 13 26
Índice de acidentes de trabalho de comunicação obrigatória (inclui óbitos) 1,05 1,08 0,70 1,65 0,81 1,04

¹ Base de número de horas trabalhadas 1.000.000.

GRI 403-10 Doenças relacionadas ao trabalho

Doenças profissionais
  2018 2019 2020
Integrantes Integrantes Integrantes
Número de óbitos resultantes de doenças profissionais 0 0 0
Número de casos de doenças profissionais de comunicação obrigatória (incluir óbitos) 4 6 1
Descreva os principais tipos de doenças profissionais Dois casos de burnout/estresse ocupacional; um caso de perda auditiva e um caso de pneumonia química Três casos de burnout/estresse ocupacional, três casos de inalação química em emergência Um caso de burnout/estresse ocupacional
Investimento social privado
Indicador 2020 2019 2018
Número de pessoas beneficiadas¹ 236.944 533.447 199.281
Valor doado 25.440.555,98² 8.886.492,61 11.214.187,61
Valor investido em ISP 7.278.548,78 14.570.068,26³ 9.570.478,67

¹ inclui beneficiados por ISPs, doações e voluntariado
² inclui doações relacionadas ao enfrentamento da Covid-19
³ inclui investimentos relacionados a Maceió (TC1)

SASB RT-CH-210a.1 Discussão dos processos de engajamento para gerenciar os riscos e oportunidades associados com os interesses da comunidade

Em linha com nossa Política Global de Desenvolvimento Sustentável, buscamos fomentar ações que garantam desenvolvimento social e econômico das comunidades onde atuamos, com foco na geração de impacto positivo e na mitigação dos eventuais impactos negativos gerados pela operação. Mantemos também uma consistente política de Investimentos Sociais Privados, Doações e Patrocínios para a construção de relações duradouras e permanentes com as comunidades que vivem no entorno das nossas instalações. Temos clareza de que parcerias são fundamentais para atingirmos nossos objetivos. Por isso, somamos esforços e trabalhamos em conjunto com diversos elos da nossa cadeia de valor e da sociedade. A prioridade das nossas ações é gerir práticas de consumo e pós-consumo de plásticos e fomentar a inovação, o empreendedorismo e o desenvolvimento local em todas as regiões onde atuamos. Conheça mais sobre nossos projetos em www.braskem.com/comunidades.

GRI 203-1 Desenvolvimento e impacto de investimentos em infraestrutura e serviços oferecidos

Em linha com nossa Política Global de Desenvolvimento Sustentável, buscamos fomentar ações que garantam desenvolvimento social e econômico das comunidades onde atuamos, com foco na geração de impacto positivo e na mitigação dos eventuais impactos negativos gerados pela operação. Mantemos também uma consistente política de Investimentos Sociais Privados, Doações e Patrocínios para a construção de relações duradouras e permanentes com as comunidades que vivem no entorno das nossas instalações. Temos clareza de que parcerias são fundamentais para atingirmos nossos objetivos. Por isso, somamos esforços e trabalhamos em conjunto com diversos elos da nossa cadeia de valor e da sociedade. A prioridade das nossas ações é gerir práticas de consumo e pós-consumo de plásticos e fomentar a inovação, o empreendedorismo e o desenvolvimento local em todas as regiões onde atuamos. Conheça mais sobre nossos projetos em www.braskem.com/comunidades .

GRI 413-1 Operações com programas implementados de engajamento da comunidade local, avaliação de impactos e desenvolvimento local

100% das operações possuem:

1) Programas de desenvolvimento local baseados nas necessidades de comunidades;
2) Comitês e processos de consulta ampla à comunidade local incluindo grupos vulneráveis – Conselhos Comunitários Consultivos e outros fóruns de relacionamento com líderes comunitários ou diretamente com a comunidade;
3) Processos formais de queixas e reclamações por parte de comunidades locais (contato oficial via site e canal específico seja linha 0800 ou whatsapp)

GRI 413-2 Operações com impactos potencias significativos ou impactos negativos reais sobre as comunidades locais

Nosso negócio e operações estão, de forma inerente, sujeitos a perigos ambientais, de saúde e de segurança. Como resultado, nosso negócio está sujeito a rigorosas regulações ambientais, entre outras. Apesar de nossos padrões, políticas e controles ambientais, de saúde e segurança, nossas operações continuam sujeitas a incidentes ou acidentes que podem afetar adversamente nossos negócios ou reputação, podendo resultar em impactos ambientais e sociais significantes. Conduzimos uma avaliação contínua sobre os potenciais impactos decorrentes da operação industrial e acompanha cada um dos potenciais cenários que possam afetar o meio ambiente e as comunidades do entorno junto com o Conselho de Administração.

SASB RT-CH-110a.1 (1) Emissões globais brutas do Escopo 1; (2) Porcentagem coberta pelos regulamentos de limitação de emissões

(1)

Emissões globais brutas do Escopo 1 (ton)
2018 2019 2020
10.214.251 10.032.221 10.035.761

(2) 0,04% das emissões cobertas por regulações (EU ETS)

SASB RT-CH-110a.2 Discussão da estratégia/plano de longo e curto prazo para gerenciar as emissões do Escopo 1; metas de redução de emissões; e uma análise de desempenho em relação a essas metas.

Desde 2008 a Braskem realiza anualmente o inventário de emissões de GEE, sua principal ferramenta de gestão do tema. Em 2020, a Braskem assumiu importantes compromissos que farão parte de um novo período de transformações: tem como metas de médio e longo prazo reduzir as emissões de GEE observadas em 2019 em 15% até 2030 e atingir a neutralidade de carbono até 2050. O caminho para atingimento das metas reside em um conjunto de iniciativas: melhoria da eficiência energética nas operações existentes; aumento do uso de fontes energéticas renováveis e de baixo carbono; e explorar e investir em novas tecnologias de processo de baixa intensidade de carbono.

SASB RT-CH-120a.1 Emissões atmosféricas dos seguintes poluentes: (1) NOX (excluindo N2O), (2) SOX, (3) compostos orgânicos voláteis (VOCs) e (4) poluentes atmosféricos perigosos (HAPs).

Emissões atmosféricas significativas (ton.) 2018 2019 2020
NOx 10.566 11.529 11.908
SOx 4.871 3.982 5.989
Compostos orgânicos voláteis (COV) 9.091 8.753 7.523
Poluentes tóxicos do ar¹ 595 551 526
Material particulado (MP) 1.381 932 976
Outros 7.989 6.622 4.810

¹ Inclui Poluentes Tóxicos do Ar e HAP (Poluentes atmosféricos perigosos).

GRI 305-1 Emissões diretas de gases de efeito estufa (Escopo 1) (tCO2e)

  2018 2019 2020
Escopo 1 (diretas) (tCO2e) 10.214.251 10.032.221 10.035.761

GRI 305-2 Emissões diretas de gases de efeito estufa (2) (tCO2e)

  2018 2019 2020
Escopo 2 (indiretas) (tCO2e) 802.590 806.347 735.479

GRI 305-3 Outras emissões indiretas de gases de efeito estufa (Escopo 3)

  2018 2019 2020
Escopo 3 (indiretas) (tCO2e) 24.009.110 26.426.302 21.487.103

GRI 305-4 Intensidade de emissões de gases de efeito estufa

2018 2019 2020
0,609 0,640 0,669

GRI 305-5 Redução de emissões de gases de efeito estufa

Na frente de redução de emissões, estamos trabalhando na ampliação do uso de energia renovável em nossas operações e no constante aprimoramento da nossa eficiência energética. Como resultados, nos últimos 13 anos, conseguimos reduzir as emissões de CO2 em torno de 17%. Esse esforço deverá se refletir no atingimento da nossa meta intermediária, de reduzir em 15% as emissões totais de gases de efeito- -estufa até 2030, saindo dos atuais 10,8 milhões em 2019 para 9,2 milhões de toneladas de CO2 e.

GRI 305-6 Emissões de substâncias que destroem a camada de ozônio (SDO)

2018 2019 2020
2,9 2,6 2,9

¹ Os valores reportados são relacionados ao consumo de SDO: HCFC - 141b, HCFC-22, HCFC - 125, HFC-134a, HFC-32, R132, R404A, R407C, R410A.

GRI 305-7 Emissões de NOx, SOx e outras emissões atmosféricas significativas

Emissões atmosféricas significativas (ton.) 2018 2019 2020
NOx 10.566 11.529 11.908
SOx 4.871 3.982 5.989
Compostos orgânicos voláteis (COV) 9.091 8.753 7.523
Poluentes tóxicos do ar¹ 595 551 526
Material particulado (MP) 1.381 932 976
Outros² 7.989 6.622 4.810

¹ Inclui Poluentes Tóxicos do Ar e HAP (Poluentes atmosféricos perigosos).
² Inclui hidrocarbonetos totais e monóxido de carbono.

SASB - RT-CH-130a.1 (1) Energia total consumida; (2) porcentagem da rede de eletricidade; (3) porcentagem renovável; (4) energia autogerada total

(1) Energia total consumida
Total de energia consumida (GJ) 2018 2019 2020
Total 204.392.106,38 188.064.527,12 187.628.789,23
(2) Porcentagem do grid de energia elétrica: 7,7%
Tipo de energia 2020 2019 2018
Eletricidade 6,8% 7,4% 8,3%
(3) Porcentagem de energia renovável
Indicador 2020 2019 2018
Total de Energia Renovável (%) 5,1% 6,4% 7,1%
(4) Energia autogerada total
6.711.404,40

GRI 302-1 Consumo de energia dentro da organização

Fontes não renováveis (GJ) 2018 2019 2020
Gás Natural 49.883.055,00 GJ 48.207.233,45 GJ 43.074.120,61 GJ
Óleo Combustível 139.927,39 GJ 146.788,28 GJ 582,20 GJ
Carvão 9.142.849,24 GJ 7.806.966,11 GJ 8.667.875,34 GJ
GLP 352.515,79 GJ 359.360,08 GJ 993.239,46 GJ
Gás residual 111.495.154,23 GJ 106.752.092,03 GJ 109.996.044,93 GJ
Outros combustíveis¹ 10.071.490,71 GJ 9.785.137,24 GJ 11.741.717,92 GJ
Total 181.084.992,35 GJ 173.057.577,19 GJ 174.473.580,46 GJ
Fontes renováveis (GJ) 2018 2019 2020
Hidrogênio 881.753,06 GJ 262.334,00 GJ 1.971,56 GJ
Total 881.753,06 GJ 262.334,00 GJ 1.971,56 GJ

¹ Outros combustíveis residuais: C10+, RAP, BTE, UNILEVE.

 
Energia consumida (comprada) (GJ) 2018 2019 2020
Eletricidade renovável 13.830.131,36 GJ 11.728.555,71 GJ 11.082.444,98 GJ
Eletricidade não renovável 4.859.235,34 GJ 4.515.981,29 GJ 3.893.832,02 GJ
Vapor 4.282.166,78 GJ 4.373.174,69 GJ 3.823.630,77 GJ
Total 22.971.533,49 GJ 20.617.711,69 GJ 18.799.907,77 GJ
Energia vendida (GJ) 2018 2019 2020
Eletricidade 2.271.132,40 GJ 2.371.161,60 GJ 2.166.069,60 GJ
Vapor 5.086.895,00 GJ 3.764.128,41 GJ 3.682.257,59 GJ
Total 7.358.027,40 GJ 6.135.290,01 GJ 5.848.327,19 GJ
Total de energia consumida (GJ) 2018 2019 2020
Combustíveis de fontes não renováveis 181.084.992,35 GJ 173.057.577,19 GJ 174.473.580,46 GJ
Combustíveis de fontes renováveis 881.753,06 GJ 262.334,00 GJ 1.971,56 GJ
Energia consumida 22.971.533,49 GJ 20.617.711,69 GJ 18.799.907,77 GJ
Energia vendida 7.358.027,40 GJ 6.135.290,01 GJ 5.848.327,19 GJ
Total 204.392.106,38 GJ 188.064.527,12 GJ 187.628.789,23 GJ

GRI 302-3 Intensidade energética

Indicador 2020 2019 2018
Consumo Total de energia (GJ) 180.695.548 186.250.226 193.542.924
Indicador - Consumo de energia (GJ/t) 11,23 11,09 10,94

¹ Inclui Poluentes Tóxicos do Ar e HAP (Poluentes atmosféricos perigosos).
² Inclui hidrocarbonetos totais e monóxido de carbono.

GRI 302-4 Redução no consumo de energia

Reduções de consumo de energia obtidas diretamente em decorrência de melhorias na conservação e eficiência (GJ) 2020
Otimização energética em processos produtivos (exceto fornos e caldeiras) 2.338.627,68
Otimização energética em fornos de pirólise e processo 315.224,11
Otimização energética em caldeiras 3.055,85
Total 2.656.907,65

SASB RT-CH-140 a.1 (1) Total de água retirada; (2) total de água consumida (porcentagem de cada um em regiões com estresse hídrico de linha de base alto ou extremamente alto)

Volume total de água captada em todas as áreas e áreas com estresse, por fonte1 (ml) em 2020
Fonte Todas as áreas
Água de superfície (total) 13.843,99
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 10.420,78
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 3.423,21
Água subterrânea (total) 1.143,22
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 29,3
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 1.113,92
Água de terceiros (total) 55.818,71
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 55.818,71
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 0
Total 70.805,91

¹ Os dados são enviados anualmente pelas unidades industriais e compilados pelo SSMA Corporativo.

(2) i. Total de água consumida e ii. % em cada região com estresse hídrico de linha de base alto ou extremamente alto) 2020
i. Total de água consumida (ML) 69.341
ii. % de stress hídrico alto ou extremamente alto 18,86

¹ O consumo total de água foi de 69,341 megalitros. A otimização dos ciclos de concentração das torres de resfriamento em algumas unidades, com destaque para Q1 BA, e a partida da osmose reserva na Q4 DCX, impactaram positivamente o resultado.

Em 2020, 18.86% do consumo de água da Braskem advinha de regiões ou stress hídrico alto ou muito alto

SASB RT-CH-140 a.2 Número de incidentes de não-conformidade associados à licenças, padrões e regulamentos de qualidade da água

Não foi possível consolidar este dado globalmente para este ciclo do Relatório. Nos comprometemos a aprimorar a gestão global deste tema para reporta-lo no próximo ciclo (2021).

SASB RT-CH-140 a.3 Descrição dos riscos de gestão da água e; discussão de estratégias e práticas para mitigar esses riscos

Estabelecemos metas anuais de ecoeficiência para consumo de água e geração de efluentes por tonelada de produtos produzidos (m³/t) que são acompanhadas mensalmente pela alta liderança da empresa. Em todas as unidades, a gestão dos efluentes se baseia nos padrões da legislação local e procedimentos internos relativos às características das operações de cada região, inclusive em relação às substâncias de interesse e à composição dos efluentes. Essas substâncias e seus respectivos limites estão listados em legislações específicas de cada país e/ou região ou nas licenças de operação.

Nossa meta a longo prazo é garantir que toda a água utilizada pela Braskem venha de origem com baixo risco de fornecimento. Dado o desafiador cenário global – a avaliação de risco climático apontou o risco de secas severas como sendo o maior risco potencial no Brasil. Esse diagnóstico é a base para o desenvolvimento do Planos de adaptação da Braskem que tem como objetivo mitigar riscos de disponibilidade, bem como promover que investimentos em fontes mais seguras de água como água de reuso e água dessalinizada ocorram.

O resultado global corporativo de stress hídrico subiu de 75% em 2019 para 82,9% em 2020, com um total de 18,86% do nosso consumo de água advindo de áreas com stress hídrico alto ou muito alto.

GRI 303-1 Interações com a água como um recurso compartilhado

O uso da água doce acontece durante todo o processo produtivo das nossas operações. Dentre seus principais usos, por ser uma indústria muito intensiva em água (química / petroquímica) destacamos o aproveitamento de água doce para sistemas de refrigeração e geração de vapor, consumo em processos e produtos e destinação de efluentes. Portanto, a falta de água pode afetar os custos operacionais e, por fim, interromper as operações (a dependência é alta nos cenários presente e futuro), explicando porque é vital para as operações. Por ser a Braskem uma indústria química / petroquímica, parte significativa de nossos fornecedores faz uso semelhante de água (por exemplo, refrigeração, vapor), principalmente considerando que a principal matéria-prima da Braskem é a nafta petroquímica. A falta de água pode afetar / interromper suas operações (uso indireto), explicando porque a importância é vital, resultando em impactos também para a Braskem, nos cenários atuais e até 2040, segundo avaliações internas de risco climático. Em áreas de “estresse hídrico”, a água de reuso é uma alternativa para manter as operações em condições normais (mitigar / neutralizar impactos) e evitar a competição por água doce. Sua principal utilização nas operações diretas da Braskem é em todo o processo produtivo. Os principais usos da água de reuso, por ser uma indústria muito intensiva em água, são para sistemas de refrigeração e geração de vapor, consumo em processos e produtos e descarte de efluentes. Portanto, a falta de água pode afetar os custos operacionais e, por fim, interromper as operações (a dependência é alta nos cenários presente e futuro), explicando porque é vital para as operações. Por ser a Braskem uma indústria química / petroquímica, parte significativa de nossos fornecedores faz uso semelhante de água de reuso (por exemplo, resfriamento, vapor), principalmente considerando que a principal matéria-prima da Braskem é a nafta petroquímica. A falta de água pode afetar / interromper suas operações (uso indireto), explicando porque a importância é vital, resultando em impactos também para a Braskem, nos cenários atuais e até 2040, segundo avaliações internas de risco climático. A Braskem mede e monitora 100% dos sites. O volume total de captação de água refere-se ao consumo de 41 instalações industriais localizadas no Brasil (29), EUA (6), Alemanha (2) e México (4) medido mensalmente e registrado no sistema SAP. O volume é obtido por meio de um medidor inserido diretamente na tubulação, que transporta a água, realizando a medição e enviando o resultado por meio de um transmissor para o sistema de controle centralizado. Monitorado diariamente e consolidado mensalmente no local por ponto focal de SMS.

GRI 303-2 Gestão dos impactos relacionados aos descartes de água

Em todas as nossas unidades, a gestão dos efluentes é baseada em padrões de lançamento definidos conforme a legislação local e procedimentos internos. Algumas plantas industriais possuem ainda laboratórios capazes de analisar os efluentes e criar padrões internos de avaliação da qualidade ambiental.

Ressaltamos que cada região onde atuamos é única, por isso, respeitamos suas características de operação, inclusive em relação às substâncias de interesse e à composição dos efluentes. Essas substâncias e seus respectivos limites estão listados em legislações específicas de cada país e/ou região ou nas licenças de operação.

A Braskem possui internamente documentos que normatizam o tema, como as Instruções de Trabalho (IT), que abordam localmente a gestão e o monitoramento dos efluentes na empresa. Na Braskem, os efluentes líquidos possuem quatro destinações gerais: lançamento em corpos d’água superficiais; lançamento no oceano; envio para terceiros; e aspersão em solo. Para cada uma das destinações, há padrões específicos de qualidade do efluente lançado que levam em consideração o corpo receptor. No caso da aspersão em solo, o tratamento do efluente é realizado internamente pelo SITEL-Sistema Integrado de Tratamento de Efluentes Líquidos. Para os efluentes enviados para terceiros, o monitoramento da qualidade do efluente é feito pela própria empresa terceira, que é responsável pelo tratamento e deve manter os padrões de qualidade do efluente estabelecidos – a Braskem faz o acompanhamento dos resultados constantemente.

GRI 303-3 Retirada de Água

Volume total de água captada em todas as áreas e áreas com estresse, por fonte1 (ml) em 2020
Fonte Todas as áreas
Água de superfície (total) 13.843,99
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 10.420,78
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 3.423,21
Água subterrânea (total) 1.143,22
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 29,3
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 1.113,92
Água de terceiros (total) 55.818,71
Água doce (≤1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 55.818,71
Outras águas (>1000 mg/l de sólidos dissolvidos totais) 0
Total 70.805,91

¹ Os dados são enviados anualmente pelas unidades industriais e compilados pelo SSMA Corporativo.

GRI 303-4 Descarga de água

DESCARTE TOTAL DE ÁGUA CAPTADA EM TODAS AS ÁREAS E ÁREAS COM ESTRESSE, POR FONTE¹ EM 2020 (ML)
Fonte Todas as áreas
Água de superfície 7.529
Água do mar 7.837
Água de terceiros 56
Aspersão em solo 4.250
Total 19.672

¹ Os limites para descartes são estabelecidos nas condicionantes das licenças de operação, embasados por legislações vigentes e boas práticas. Os dados são enviados anualmente pelas unidades industriais e compilados pelo SSMA Corporativo.

GRI 303-5 Consumo de Água (m³/t)

INDICADOR DE CONSUMO DE ÁGUA 2018 2019 2020
Consumo de água por tonelada de produto produzida (m³/t) 4,28 4,31 4,31

¹ O consumo total de água foi de 69,341 megalitros. A otimização dos ciclos de concentração das torres de resfriamento em algumas unidades, com destaque para Q1 BA, e a partida da osmose reserva na Q4 DCX, impactaram positivamente o resultado.

SASB RT-CH-150a.1 Quantidade de resíduos perigosos gerados; porcentagem reciclada

Resíduos Perigosos toneladas
Geração 17.349
Destinação - Total Recicláveis 3.899
Reciclados 1.553
Reuso (reaproveitamento) 121
Compostagem 0
Recuperação (inclusive energética) 2.225
% Reciclada 22,48%

O indicador de geração e de destinação não necessariamente seguem juntos. Isso ocorre porque o envio de resíduos para tratamento precisa de um planejamento especifico que envolve o volume total que será destinado e a logística do envio. Deste modo, o resíduo pode ser gerado em um mês mas não necessariamente será destinado para tratamento no mesmo mês.

SASB RT-CH-410a.1 Receita de produtos projetados para eficiência de recursos na fase de uso

Atualmente, a Braskem conta com um portfólio de 120 projetos de inovação com um valor presente líquido (VPL) de aproximadamente 8 bilhões de reais, relacionados aos temas, dentre eles projetos alavancados pela plataforma “Lighweight”, que busca soluções com menor peso no produto final para a indústria de embalagem e o setor automotivo, com o objetivo de contribuir para um mundo mais sustentável, com a redução de geração de resíduos e emissão de gases.

Além disso, também trabalhamos com o conceito de “Design for Environment”, em que combinamos nossa expertise em polímeros e processos de transformação com o conhecimento do consumidor de brand owners para entregar uma experiência incrível com o menor impacto ambiental possível. Visando embalagens mais sustentáveis e circulares, desenvolvemos uma metodologia de design for environment que utiliza a Avaliação de Ciclo de Vida para identificar hotspots ambientais em todo o ciclo de vida do produto. A partir deste gap identificado cientificamente, o próximo passo é explorar o universo do consumidor e sua jornada maximizando a atratividade e a usabilidade. O loop ideação/ prototipagem/teste é repetido até que possamos combinar sustentabilidade, circularidade e experiência do consumidor em um só produto.

GRI 301-2 Materiais usados provenientes de reciclagem

VOLUME TOTAL DE RESÍDUOS PLÁSTICOS PÓS-CONSUMO UTILIZADOS EM CONTEÚDO RECICLADO (EM TONELADAS)
2018 2019 2020
BRA EUA MEX EUR BRA EUA MEX EUR BRA EUA MEX EUR
107 0 0 0 1.113 666 0 0 2.646 1.598 838 212
TOTAL: 107 TOTAL: 1.779 TOTAL: 5.294

GRI 306-2 Gestão de impactos significativos relacionados a resíduos

A Braskem possui diversas iniciativas para evitar a geração de resíduos, tendo como princípio básico o atendimento a ordem de prioridade: 1. Não-geração; 2. Redução; 3. Reutilização; 4. Tratamento de resíduos; 5. Destinação final ambientalmente adequada dos rejeitos. O atendimento à ordem busca reduzir os custos de tratamento de resíduos; atingir índices crescentes de eco eficiência (Benchmark); e prevenir passivos ambientais.

As unidades industriais possuem diversas iniciativas, dentro da rotina operacional de cada processo. Dentre as medidas tomadas, podemos destacar: Logística reversa de embalagens dos insumos utilizados nos próprios processos; Reaproveitamento de resíduos como insumos entre plantas (pallets); Venda de resíduos como matéria prima para outros processos; Envio de sucata de plástico para o projeto I'm Green; Campanhas educativas para área de suprimentos, fortalecendo o compromisso da logística reversa de embalagens; Campanhas educativas: Coleta seletiva para segregação, descarte correto, Economia circular, Reciclagem, I'm Green, Semana de Meio Ambiente, Contra desperdícios, Resignificar o consumo e o descarte, Sucata Metálica; Busca por alternativas de tratamento para reduzir envio de resíduos pra aterros.

Contamos com apoio operacional no gerenciamento de resíduos de empresas terceirizadas especializadas na temática. O acompanhamento dos serviços prestados é realizado pela equipe de Meio Ambiente de cada unidade industrial, avaliando mensalmente os dados gerados e realizando reuniões de acompanhamento periódicas para atualização das ações acordadas em cada contrato específico.

Mensalmente, são realizadas diversas verificações no processo de gerenciamento: 1) Após a emissão da documentação em que o técnico da empresa terceira solicita a assinatura do representante do SSMA Braskem; 2) Quando o engenheiro Braskem faz a justificativa mensal do ecoindicador; 3) Nos relatórios de Manifesto de Transporte de Resíduo (no Brasil); 4) Em conferência de Boletins de Medição ou Auditorias (internas e externas), em que o processo de gerenciamento de resíduos é avaliado; 5) Relatórios diversos.

GRI 306-3 Resíduos Gerados

Em 2020, nossa ecoeficiência na geração de resíduo foi de 2,23 kg/t, 1,23% acima do valor do ano anterior, mas 9,79% abaixo da meta estipulada para o ano. A geração de resíduo não perigoso foi de 18.543,18t e a de resíduo perigoso 17.349,48t totalizando 35.892,666t. Entre os destaques negativos estão o aumento da geração devido a implementação do Projeto Delta na PP8, o descarte de sucata metálica e processo de descomissionamento de operações na Bahia e o descarte do aditivo líquido e óleo mineral contaminado no Rio Grande do Sul.

GRI 306-4 Resíduos não destinados para disposição final

Total de resíduos não destinados para disposição final, por operação de recuperação, em toneladas métricas (t)
Em toneladas métricas (t) 2020
Resíduos perigosos Dentro da organização/Onsite Fora da organização/Offsite Total
Reciclados - 1.552,72 1.552,72
Reuso (reaproveitamento) 0,33 120,96 121,29
Recuperação (inclusive energética) 590,25 1.635,03 2.225,29
Armazenamento Interno Temporário 841,23 0,10 841,33
Total 1.431,82 3.308,81 4.740,63
Resíduos Não - perigosos Dentro da organização/Onsite Fora da organização/Offsite Total
Reciclados - 14.541,70 14.541,70
Reuso (reaproveitamento - 163,56 163,56
Compostagem - 583,21 583,21
Recuperação (inclusive energética) - 3.615,53 3.615,53
Armazenamento Interno Temporário 202.78 5,35 208,13
Total 202,78 18.909,34 19.112,121
Total de resíduos não destinados para disposição final 1.634,60 22.218,15 23.852,75

¹ Indicador foi revisado em 2020 por isso não inclui dados de anos anteriores.

GRI 306-5 Resíduos destinados a disposição final

Em toneladas métricas (t) 2020
Composição Quantidade não destinada a disposição final (t)
Categoria A – Perigoso 14.399,09
Categoria B – Não perigoso 10.778,46
Total 25.177,55

¹ Indicador foi revisado em 2020 por isso não inclui dados de anos anteriores.

SASB RT-CH-410b.1 (1) Porcentagem de produtos que contêm o Sistema Globalmente Harmonizado de Classificação e Rotulagem de Produtos Químicos (GHS): Categoria 1 e 2 - Substâncias Perigosas para a Saúde e Meio Ambiente; (2) porcentagem de tais produtos que foram submetidos a uma avaliação de risco

(1) 2,7% dos produtos Braskem contêm substâncias CRM
(2) todos os produtos foram avaliados em relação aos riscos com base no GHS ou outros critérios de classificação para a criação da ficha de dados de segurança

SASB RT-CH-410b.2 Discussão da estratégia para: (1) gerenciar produtos químicos preocupantes e; (2) desenvolver alternativas com impacto humano e/ou ambiental reduzido

Na Braskem, consideramos a gestão de produtos como parte integrada do projeto, fabricação, comercialização, distribuição, uso, reciclagem e descarte dos produtos. De acordo com nossa Política de Saúde, Segurança e Meio Ambiente (SSMA), os países e as empresas devem estabelecer responsabilidade pela administração dos seus respectivos produtos. Nossa prática de gerenciamento de produtos visa avaliar e mitigar riscos de exposição e gerenciar produtos químicos preocupantes. Nossa abordagem de Product Stewardship segue três principais etapas: i. caracterização de perigos; ii. caracterização do risco de manejo; e iii. gerenciamento de risco de administração. Para estabelecer, implementar e manter processos de negócios que implementem de forma eficaz o gerenciamento de produtos e os processos regulatórios de produtos, a Braskem se concentra em três objetivos principais: • Garantir que o gerenciamento de produtos e os processos regulatórios de produtos sejam estabelecidos refletindo os aspectos e impactos de SSMA para garantir a conformidade regulatória e evitar perdas ou resultados indesejáveis; • Garantir que a administração do produto e os processos e/ou requisitos regulatórios do produto sejam estabelecidos e comunicados em todas as fases da fabricação, cadeia de valor do produto, logística e operações de distribuição. • Garantir que o gerenciamento de produtos e os processos e/ou requisitos regulatórios de produtos sejam estabelecidos para a Braskem.

SASB RT-CH-410c.1 Porcentagem de produtos por receita que contêm organismos geneticamente modificados (OGM)

A Braskem não utiliza ou possui OGM em seus produtos até o momento que estariam sujeitos a tais legislações.

SASB RT-CH-530a.1 Discussão de posições corporativas relacionadas a regulamentações governamentais e/ou propostas de políticas que abordem fatores ambientais e sociais que afetam a indústria

Nosso negócio e operações estão, de forma inerente, sujeitos a perigos ambientais, de saúde e de segurança. Como resultado, nosso negócio está sujeito a rigorosas regulações ambientais, entre outras. Apesar de nossos padrões, políticas e controles ambientais, de saúde e segurança, nossas operações continuam sujeitas a incidentes ou acidentes que podem afetar adversamente nossos negócios ou reputação, podendo resultar em impactos ambientais e sociais significantes. Assim, conduzimos uma avaliação contínua sobre os potenciais impactos decorrentes da operação industrial e acompanha cada um dos potenciais cenários que possam afetar o meio ambiente e as comunidades do entorno junto com o Conselho de Administração.

SASB RT-CH-540a.2 Número de incidentes de transporte

Em 2020 avançamos consistentemente com os temas de Segurança Logística na Braskem. Tivemos um total de 71 acidentes, com uma taxa de 1,8 acidentes para cada 10000 viagens e uma diminuição de 28% no número de eventos graves, comparado com 2019. Um avanço importante foi a unificação da gestão de Segurança Rodoviária, trazendo maior robustez para este processo, além de uma visão mais abrangente e profunda destas operações. Implementamos para o transporte de cargas não perigosas os mesmos controles e processos já adotados para o transporte de cargas perigosas. Iniciativas como o Comitê de Segurança Viária, Jornada de Confiabilidade Humana Logística, Oficinas Direcionadas e a digitalização dos processos reforçam nosso compromisso com a segurança operacional e com a responsabilidade social da Braskem acerca deste tema. Em Segurança Marítima, nosso processo de Vetting continua sendo uma referência no mercado global.

GRI 417-1 Exigências para informações e rotulagem de produtos e serviços

Informações de rotulagem seguem as informações do SDS (formato GHS) e são tratadas por cada site. O procedimento interno utilizado é o ANX 6020-00840 - Informações sobre riscos químicos. Todas as categorias de produtos significativos são avaliadas e auditadas pela Braskem.

GRI 307-1 Não-conformidade com leis e regulamentos ambientais

Foram consideradas as infrações envolvendo penalidade pecuniária ou não no período de 01/01/2020 a 31/12/2020, sem valor de corte. Multas pagas: R$42.637,61. Multas recebidas, podendo ou não ainda caber recurso: R$ 495.358,55.

GRI 304-1 Unidades operacionais próprias, arrendadas ou geridas dentro ou nas adjacências de áreas protegidas e áreas de alto índice de biodiversidade situadas fora de áreas protegidas

A Braskem possui uma área de proteção ambiental nas adjacências da operação CloroSoda Alagoas (CS1 AL) a APA de Santa Rita constituída 100% por Mata Atlântica (93% Floresta Ombrófila Aberta).

GRI 304-2 Impactos significativos de atividades, produtos e serviços sobre a biodiversidade

Em 2020, não houve impactos significativos sobre a biodiversidade.

GRI 304-3 Habitats protegidos ou restaurados

Área de Conservação Benjamín, no México com 1 km², localizada a 2,4 km da operação. Atividades ambientais são desenvolvidas por biólogos com parcerias de ONGs em programas de reflorestamento. Cinturão Verde Alagoas , no Brasil com 0,20 km² (latitude 09 40 57.0 S Longitude 35 49 32.0 W). Empresas contratadas fazem a gestão do local, realizando a limpeza e cuidado dos animais.

GRI 308-1 Novos fornecedores selecionados com base em critérios ambientais

Menos de 1% dos novos fornecedores foram selecionados com base neste critério.

GRI 301-1 Materiais usados por peso ou volume

Materiais utilizados na produção e embalagem
Nome do material Utilizado para produzir e embalar produtos Material renovável/ não renovável Unidade de medida 2020
Eteno Produto final Não renovável KG 3.811.494.515
Propeno Produto final Não renovável KG 4.286.678.262
Hexeno Produto final Não renovável KG 30.978.683
Acetato de Vinila Produto final Não renovável KG 13.636.692
Propano Produto final Não renovável KG 160.321
Octeno Produto final Não renovável KG 677.087
Gás de Refinaria (HLR) Produto final Não renovável KG 260.194.160
Nafta Produto final Não renovável KG 8.135.162.333
Condensado bruto Produto final Não renovável KG 546.535.778
Etano Produto final Não renovável TO 1.419.373
Etanol Produto final Renovável L 504.576.389
Eteno Verde Produto final Renovável KG 179.351.557
Buteno Produto final Não renovável KG 44.076.478
Dicloretano (DCE) Produto final Não renovável KG 15.323.498
Cloreto de Vinila (MVC) Produto final Não renovável KG 453.241.413

RT-CH-000.A Produção por segmento reportado

Capacidade, volume de produção e taxas de utilização 2020 (KT/ano)
Unidade Industrial Capacidade de produção Volume de produção* Taxa de utilização
Brasil (químicos e especialidades) 9.468 7.636 81%
Brasil (eteno verde) 200 175 88%
Brasil (PE) 3.055 2.572 84%
Brasil (PP) 1.850 1.569 85%
Brasil (PVC) 710 449 63%
Brasil (soda cáustica)* 460 9 2%
Brasil (cloro)* 400 6 2%
Brasil (EDC) 520 0 0%
Estados Unidos (PP) 2.020 1.547 77%
Alemanha (PP) 625 493 79%
México (eteno) 1.050 787 75%
México (PE) 1.050 780 74%
TOTAL 21.408 16.023 75%

*Este volume de produção se refere a parcela de produção de produtos acabados comercializáveis; ou seja, exclui produtos acabados com destinação interna para nossos próprios processos produtivos. Para cálculo dos eco-indicadores deste relatório é considerado o valor de produção total, incluindo também a produção com destinações internas. Este valor total de produção foi de 16.092.170 toneladas.

**Encerramento das atividades planta de cloro-soda na Bahia, em razão do fim do prazo de vida útil desta unidade.

GRI 201-1 Valor econômico gerado e distribuído

  2018 2019 2020
Receitas (R$ mil) 68.923.212 68.923.212 62.583.342
Vendas de mercadorias, produtos e serviços (R$ mil) 68.255.566 62.059.664 69.310.281
Outras (despesas) receitas, liquidas (R$ mil) 567.793 (2.08.593) (6.671.687)
Provisão para créditos de liquidação duvidosa (R$ mil) 99.853 (7.069) (55.252)
Insumos adquiridos de terceiros (R$ mil) (51.627.620) (50.638.127) (50.595.564)
Custos dos produtos, das mercadorias e dos serviços vendidos (R$ mil) (48.993.132) (47.587.989) (48.491.403)
Materiais, energia, serviços de terceiros e outros (R$ mil) (2.574.232) (2.677.752) (2.045.497)
Perda/ Recuperação de valores ativos (R$ mil) (60.256) (372.386) (58.664)
Valor adicionado bruto (R$ mil) 17.295.592 9.395.875 11.987.778
Depreciação, amortização e exaustão (R$ mil) (2.990.577) (3.632.265) (4.048.081)
Valor adicionado líquido produzido pela entidade (R$ mil) 14.305.015 5.763.610 7.939.697
Valor adicionado recebido em transferências (R$ mil) 1.856.981 1.202.836 1.659.436
Resultado de participações societárias (R$ mil) (888) 10.218 (19.398)
Receitas Financeiras (R$ mil) 1.857.793 1.196.535 1.678.210
Outras (R$ mil) 76 83 624
Valor adicionado total a distribuir (R$ mil) 16.161.996 6.970.446 9.599.133
Pessoal (R$ mil) 1.565.468 1.693.827 1.843.686
Remuneração direta (R$ mil) 1.239.606 1.316.668 1.483.995
Benefícios (RS mil) 263.294 293.156 283.564
FGTS (RS mil) 61.241 84.003 76.127
Impostos, taxas e contribuições (R$ mil) 4.925.801 1.954.184 3.116.561
Federais (R$ mil) 2.235.453 (402.790) (433.618)
Estaduais (R$ mil) 2.639.015 2.307.732 3.486.589
Municipais (R$ mil) 51.333 49.242 63.590
Remuneração de capitais de terceiros (R$ mil) 6.763.517 6.219.408 11.628.169
Despesas financeiras (inclui variação cambial) (R$ mil) 6.495.041 5.922.853 11.244.717
Aluguéis (R$ mil) 268.476 296.555 383.452
Remuneração de capitais próprios (R$ mil) 2.907.210 (2.896.973) (6.989.283)
Lucro líquido (prejuízo) do exercício (R$ mil) 2.866.675 (2.797.570) (6.620.651)
Dividendos - - -
Participação de acionistas não controlador em controlados (R$ mil) 40.535 (99.403) (368.632)
Resultados com operações descontinuadas - - -
Valor adicionado total distribuído (R$ mil) 16.161.996 6.970.446 9.599.133

****GRI 201-2 (pendente no RA)

GRI 201-2 Valor econômico gerado e distribuído

Classificação Riscos Oportunidades
i. descrição do risco ou oportunidade e sua classificação: físico, regulatório ou outro; Regulamentação atual : Os riscos da regulamentação atual são considerados no atendimento às políticas locais relativas a questões relacionadas ao clima, como a Política Nacional sobre Mudança do Clima no Brasil, Imposto sobre Carbono do Uso de Combustíveis Fósseis no México e o Sistema Europeu de Comércio ( EU ETS) para nossas operações na Alemanha. Regulamentação emergente : A Braskem considera a possibilidade de implementação de instrumentos econômicos de precificação de carbono, nos países onde atua (Brasil, EUA, Alemanha e México), no futuro. Desenvolvimento de novos produtos ou serviços por meio de P&D e inovação
Aumento da receita decorrente do aumento da demanda por produtos e serviços. Descrição específica da empresa
Para as regiões brasileiras de atuação da Braskem, como Nordeste, Sudeste e Sul, os modelos do INPE indicam que, até 2040, a precipitação média no verão poderá ser reduzida para 2,3 mm / dia no cenário RCP 4.5 e 3,7 mm / dia no Cenário RCP 8.5, em relação aos dados históricos (1960 a 2005). Alguns estados brasileiros já enfrentam escassez de água. No Brasil, aproximadamente 65% da eletricidade é gerada de fontes hidráulicas, portanto, a redução da disponibilidade de água tem impacto direto na geração elétrica, podendo causar falta e / ou racionamento de energia elétrica. A eventual redução da disponibilidade de energia elétrica no Brasil estimulará o desenvolvimento e a busca de novos produtos que reduzam esse consumo. Hoje, a Braskem possui uma linha de resinas chamada Maxio®, selo que identifica as resinas PE, PP ou EVA com menor consumo de energia em suas aplicações. O consumo de energia é reduzido por meio de uma temperatura de processamento mais baixa e do tempo de resfriamento mais curto. Estudos indicam uma redução mínima de energia de 9%. Nesse caso, o impacto ambiental é indireto, decorrente da economia de energia dos clientes da Braskem que adquirem produtos com esse perfil.
Valor do impacto financeiro potencial 590.000.000
O impacto financeiro refere-se ao aumento da receita da Braskem devido ao aumento nas vendas de produtos e serviços que causam menores emissões de GEE.
ii. descrição do impacto associado ao risco ou oportunidade (ex: o impacto de tempestades mais frequentes e intensas; udanças no nível do mar, temperatura ambiente e disponibilidade de água; impactos nos trabalhadores - tais como efeitos sobre a saúde, incluindo doenças ou doenças relacionadas ao calor; a necessidade de reposicionar operações; disponibilidade de novas tecnologias, produtos ou serviços para enfrentar os desafios relacionados às mudanças climáticas, bem como mudanças no comportamento do cliente); Esse risco ocorre nas operações diretas. Tipo: mecanismos emergentes de reavaliação e precificação de carbono. Impacto financeiro potencial primário: aumento dos custos indiretos (operacionais). Descrição: De acordo com o Acordo de Paris, o Brasil (onde a Braskem possui 29 unidades industriais, de 41 em operação) está comprometida com uma redução de 37% nas emissões até 2025 e uma redução de 43% até 2030 em relação aos níveis de 2005. Embora a maior redução esteja relacionada às atividades de desmatamento, é possível para o Governo introduzir um mecanismo de precificação para garantir reduções na indústria e em outros setores intensivos em energia. Entre as opções estão a mecânica de limite e comércio ou tributação sobre o carbono. No segundo caso, existe um risco significativo para a Braskem de aumentar os custos operacionais, uma vez que somos uma indústria intensiva em carbono. Como a Braskem é grande emissora de GEE no Brasil, tendo suas maiores unidades emissoras na Bahia (Q1-BA), Rio Grande do Sul (Q2-RS) e São Paulo (Q3-ABC), que são as usinas responsáveis ​​pelo produção de petroquímicos básicos, estabelecendo uma meta que poderia ser difícil de cumprir dada a natureza do negócio, poderia afetar diretamente a Braskem, podendo resultar em multas. Além disso, mas não menos importante, no estado do Rio de Janeiro, Brasil, já existe uma exigência legal que impõe a apresentação das emissões de GEE e do plano de mitigação para obter ou renovar a licença de operação. Portanto, a redução de emissões pode ser um fator decisivo para a renovação ou não de uma licença de operação.
iii. implicações financeiras do risco ou oportunidade antes de serem tomadas ações;
iv. métodos utilizados para gerenciar o risco ou oportunidade (captura e armazenamento de carbono; troca de combustível; uso de energia renovável e de baixa emissão de carbono; melhorar a eficiência energética; queima, ventilação e redução de emissões fugitivas; certificados de energia renovável; uso de compensações de carbono.) Desde 2018, temos investido em expansão, construção e melhorias em vários de nossos laboratórios e plantas-piloto. Com isso, esperamos ter ainda mais versatilidade e capacidade de inovação em nossos produtos e serviços.
Em Triunfo (Brasil), iniciamos a construção de um novo prédio de 2.800 m² para a ampliação do laboratório. Com investimento de R $ 50 milhões (incluindo equipamentos), o desafio do novo prédio é incentivar a inovação antes mesmo de ser construído. A equipe responsável pelo projeto identificou mais de 30 aplicações do plástico na construção, com soluções que levam em conta a economia, durabilidade, resistência e versatilidade dos materiais.
Em 2018, construímos uma planta piloto de fermentação no Centro de Pesquisas de Químicos Renováveis ​​(RC) localizado em Campinas (Brasil), o que nos permitirá avançar em nossos projetos de químicos renováveis ​​e desenvolver novos produtos e processos. Estes projetos estão intimamente relacionados com a proposta de economia circular, no início da cadeia de valor, procurando desenvolver produtos que contribuam para a captura de CO2.
Também estabelecemos uma nova operação em Boston (Estados Unidos), com foco em pesquisa, desenvolvimento e comercialização de produtos químicos e materiais de fontes renováveis. A escolha desse local nos ajuda a aproveitar os avanços da região em biotecnologia e materiais avançados. As atividades incluem pesquisa e desenvolvimento em biotecnologia e ciência dos materiais, desenvolvimento de negócios e de mercado e busca de tecnologias para parcerias estratégicas.
Em 2019, nosso projeto de desenvolvimento de MEG (monoetilenoglicol), junto com Haldor Topsoe, líder mundial em catalisadores e tecnologia para as indústrias química e de refino, continua
v. custos financeiros para gerir o risco ou oportunidade 300.000,00; Os custos estão relacionados às atividades de elaboração e garantia do inventário de emissões de GEE, bem como à identificação de novas iniciativas. Custo para realizar a oportunidade: 50.400.000. Estratégia para concretizar a oportunidade e explicação do cálculo do custo.
A Braskem investe na investigação e desenvolvimento de produtos que reduzem o consumo de energia eléctrica durante a sua utilização.
O custo desta oportunidade refere-se a: 22% dos investimentos em laboratórios e centros de tecnologia e inovação e 78% em curso na investigação em energias renováveis e outros.
 
2.3 Report the following additional characteristics for the identified risks and opportunities:
Classificação Riscos Oportunidades
2.3.1 descrição do driver do risco ou oportunidade, como uma legislação específica, ou um driver físico, como a escassez de água; Análise a nível de empresa:
A Braskem contratou inicialmente consultores especializados para identificar os riscos e oportunidades físicas e regulamentares (com apoio de equipas internas) com potencial impacto em 100% das suas operações industriais, com uma visão do presente e do futuro (2040). A análise foi conduzida de forma cooperativa, considerando os modelos climáticos do INPE e os cenários do IPCC até 2040, identificando os impactos e vulnerabilidades das nossas operações.
De 5 em 5 anos, estes estudos serão actualizados para reavaliação de cenários e riscos residuais e oportunidades maximizadas. Para os riscos e oportunidades associados à cadeia de valor, a Braskem utiliza o CDP Supply Chain para identificar esses riscos e oportunidades. A Braskem também analisou os riscos de reputação a nível da empresa.
2.3.2 cronograma previsto no qual se espera que o risco ou a oportunidade tenha implicações financeiras substanciais; Como os estudos e avaliações realizações tinham o horizonte até 2040, é este o prazo esperado para que as potenciais oportunidades e riscos se concretizem em sua totalidade.
2.3.3 impactos diretos e indiretos (se o impacto afeta diretamente a organização ou afeta indiretamente a organização por meio da sua cadeia de valor); Os impacto diretos estão associados a possibilidade de interrupções temporárias de algumas operações e ou aumento de esporádicos de custos. Alguns cenários de riscos se refletem na cadeia, principalmente os riscos físicos, como secas severas e ciclones e furacões extra tropicais.
2.3.4 os potenciais impactos geralmente, incluindo aumento ou diminuição de:  
2.3.4.1 custos de capital e operacionais; Podem ser citados os potenciais impactos associados a interrupções momentaneas devido aos potenciais cenários de escassez hídrica. Não aplicável. As oportunidades aumentam os custos que sao compensados com o aumento de receitas.
2.3.4.2 demandas de produtos e serviços; Potenciais impactos nas demandas de resinas fóssis devido ao mercado buscar potencialmente produtos mais verdes. Potenciais impacto positivos relacionados ao aumento de demanda de produtos por produtos de baixo carbono como o PE verde.
2.3.4.3 disponibilidade de capital e oportunidades de investimento. Nao aplicavel. Potenciais impactos positivos por investimentos, atraves de nossos laboratorios de tecnologia e inovação, no desenvolvimento de portfolio de produtos baseado em materia prima renovavel.
2.3.5 probabilidade (a probabilidade do impacto na organização); A probabilidade de impacto existe, mas vendo sendo mitigada, por alguns processos em implantação, como a precificação de carbono nos processos decisorios de investimentos.
2.3.6 magnitude do impacto (se ocorrere, até que ponto o impacto afeta financeiramente a organização) Do ponto de vista de risco é baixo, pois a Braskem vem se adequando, e entendemos que a magnitude será inferior a dos concorrentes. Potencial magnitude de impacto positivo alto se considerarmos a ampliação do mercado para os produtos de origem renovavel.

GRI 201-4 Assistência financeira recebida do governo

VOLUME TOTAL DE RESÍDUOS PLÁSTICOS PÓS-CONSUMO UTILIZADOS EM CONTEÚDO RECICLADO (EM TONELADAS)
Apoio governamental 2018 2019 2020
Total de incentivos e créditos* 81,9 77,0 76,3
PRODESIN - ICMS (R$/ milhões) 81,9 67,8 68,8
SUDENE - IR (R$/ milhões) -- -- --
REINTEGRA (R$/milhões) -- 9,2 7,4
Total de Subvenções (R$ milhões) -- -- --
Subvenção – Agentes Nacionais (R$ milhões) -- -- --
Total de Financiamentos (R$/milhões) 1.732,1 964,6 1.538,2
Financiamento – Agentes Governamentais Nacionais 0,45 266,4 209,6
Financiamento – Agentes Governamentais Estrangeiros - ECAs (R$/milhões)** 1,731,7 698,2 1.328,6
Ativo imobilizado (US$ Milhões)
  2018 2019 2020
Brasil 3.891 4.201 Xx
Estados Unidos 1.128 913  
Alemanha 64 71  
México 2.892 3.008  
Outros 1 3  
Total 7.975 8.196

CSA 2.3.1 Investimentos, despesas e custos evistados em invetimentos ambientais

Investimentos, despesas e custos evistados em invetimentos ambientais
R$ MM 2017 2018 2019 2020
Investimentos de Capital 13,1 10,2 7,3 10,572
Despesas Operacionais 317 343,2 362,5 527,3
Custos Evitados 1207,9 835,6 910,2 16
 

GRI 205-1 Operações submetidas a avaliações de riscos relacionados à corrupção

100% das nossas operações da Braskem foram submetidas a avaliações de riscos relacionados à corrupção.

GRI 205-2 Comunicação e treinamento em políticas e procedimentos de combate à corrupção

Número total e percentual de integrantes comunicadas e que receberam treinamento sobre as políticas e procedimentos anticorrupção
Por país 2020
Comunicados Capacitados
Brasil 6.088 5.742
100% 94,32%
Estados Unidos 764 672
100% 87,96%
Alemanha 151 147
100% 97,35%
México 831 777
100% 93,50%
Total 7.993 7.474
100% 93,51%
Integrantes comunicados e que receberam capacitação em políticas e procedimentos anticorrupção
Categoria Funcional 2020
Comunicados Capacitados
Operacional/técnico Número 5.187 4.882
Percentual 100% 94,12%
Administrativo Número 1.917 1.760
Percentual 100% 91,81%
Liderança Número 889 832
Percentual 100% 93,59%
Total Número 7.993 7.474
Percentual 100% 93,51%

GRI 205-3 Casos confirmados de corrupção e medidas tomadas

Em 2020, não houve casos de corrupção confirmados.

GRI 206-1 Concorrência desleal

Em 2020, não houve ações judiciais movidas por este motivo.

GRI 415-1 Contribuições políticas

N/A - Doações para campanhas políticas são proibidas no Brasil, conforme interpretação firmada pelo Supremo Tribunal Federal no acordão da ADI 4650/2015 sobre Artigo nº 81 da Lei nº 9.504/1997, posteriormente revogado pela Lei nº 13.165/2015.

GRI 419-1 Não conformidade com leis e regulamentos sociais e econômicos

A Braskem possui processos no período mencionado, sejam ambientais ou regulatórios. No entanto, a Companhia não possui decisões definitivas de multas significativas durante o período questionado. Foi adotado para este relatório o mesmo critério utilizado no “Formulário de Referência” instituído pela “Comissão de Valores Mobiliários” (CVM), nos termos da IN CVM 480/209 – R$ 50 milhões.