Alagoas

0800 006 3029 De segunda a sexta, das 9h às 18h (exceto feriados).
Ligações gratuitas, inclusive de celulares.

Braskem pede ao MPE e MPF providências contra fake news

A Braskem enviou requerimento ao Ministério Público Estadual (MPE-Alagoas) e ao Ministério Público Federal (MPF) pedindo a adoção de providências contra a disseminação de notícias falsas sobre a situação do bairro do Pinheiro, em Maceió. O requerimento alerta para o fato de que as chamadas "fake news" têm trazido desinformação e boatos, que geram pânico na comunidade e na população em geral, pois utilizam elementos de catástrofe, de forma proposital e deliberada, para causar o temor público.

"Causa preocupação um aumento sensível nas últimas semanas da disseminação de notícias falsas ou distorcidas que circulam pelas redes sociais. Tal tipo de desinformação, por vezes classificada como "fake news", está sendo disseminada por pessoas públicas e influentes junto à comunidade, emprestando caráter de verdade a meras opiniões sem embasamento ou mesmo a fatos inexistentes, o que pode prejudicar o desenvolvimento dos trabalhos em andamento", diz trecho do requerimento entregue ao MPE-AL e MPF.

Autoridades competentes estão empenhadas em identificar as causas do agravamento das ocorrências nas edificações e nas ruas do bairro do Pinheiro. Todo o trabalho vem sendo conduzido com rigor e cuidado a fim de encontrar as causas, conforme a situação exige, a fim de evitar o desencontro de informações e a insegurança da população. É importante que a população busque informações em fontes oficiais e credenciadas, a exemplo do Serviço Geológico do Brasil, Defesa Civil do Município de Maceió e do Estado de Alagoas.

 

Contatos para a imprensa:

Algo Mais Consultoria e Assessoria

(55 82) 3177.4955

Álvaro Müller

alvaro@algomaisconsultoria.com

Clarissa Veiga

clarissa@algomaisconsultoria.com

 

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter