Alagoas

0800 006 3029 De segunda a sexta, das 9h às 18h (exceto feriados).
Ligações gratuitas, inclusive de celulares.

Nota à Imprensa sobre recurso judicial

A Braskem informa que ingressou com recurso contra o bloqueio judicial por entender que não há qualquer estudo conclusivo que evidencie a responsabilidade da empresa pelos eventos registrados no Bairro do Pinheiro, não sendo razoável uma decisão sem um laudo final. Além disso, a Braskem é uma empresa solvente e cumpridora de suas obrigações, não havendo motivos para um bloqueio compulsório de seu caixa, o que afeta negativamente suas operações em Alagoas.

O recurso não afeta em nada o compromisso da empresa em fazer parte das soluções, o que já está acontecendo com a tomada de ações emergenciais no Bairro, previstas no Acordo de Cooperação Técnica celebrado com o Município de Maceió, Ministério Público Federal (MPF-AL), Ministério Público Estadual (MPE-AL), Ministério Público do Trabalho (MPT-AL) e Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Alagoas (CREA-AL). 

A Braskem seguirá colaborando com as autoridades para a identificação das causas das ocorrências do bairro do Pinheiro e, como já afirmou, caso fique comprovado que as suas atividades deram causa aos eventos no bairro, assumirá sua responsabilidade com a sociedade alagoana, como tem feito ao longo de mais de 40 anos de atuação no Estado. 

 

Contatos para a imprensa:

Algo Mais Consultoria e Assessoria

(55 82) 3177.4955

Álvaro Müller

alvaro@algomaisconsultoria.com

Clarissa Veiga

clarissa@algomaisconsultoria.com

 

 

Braskem nas redes sociais

Facebook | Linkedin | Twitter